Sou

07/12/2008

 

  

 Sou uma filha da natureza: quero pegar, sentir, tocar, ser. 

E tudo isso já faz parte de um todo, de um mistério. 

Sou uma só... Sou um ser. 

E deixo que você seja. Isso lhe assusta? 

Creio que sim. 

Mas vale a pena. Mesmo que doa. 

Dói só no começo.

6 comentários:

  1. Du!!! Que bom que o seu computador ficou bom logo!!!
    Uma linda semana pra ti querida...
    BJUS!!!!
    ROBERTA

    ResponderExcluir
  2. Du querida,

    Clarice é sempre Clarice e algo dela é sempre muito bem vindo!
    Um bom restinho de domingo para você, e uma segunda iluminada! Beijinho carinhoso, Cris

    ResponderExcluir
  3. Quando eu olhei a imagem e vi minha pulseira nela, esqueci do poema! =P

    ResponderExcluir
  4. Éverton Azevedo22:38

    Acho que passaria a vida toda admirando os escritos da Clarice e nunca me cansaria.

    ResponderExcluir
  5. Eu tbm preciso tocar, sentir, ser e viver, viver muito para desfrutar de tudo isso, de todos esses sentimentos e persepções...
    Beijos e bom dia, FLor!!

    ResponderExcluir
  6. Natália00:58

    "Isso lhe assusta?"

    Sempre! Eu me assusto sempre comigo mesma. E né que eu gosto?!

    ResponderExcluir

^ Suba