Amigas para sempre, é o que nós seremos!

07/04/2009

 
Quando eu cheguei na rodoviária de Torres ela já me esperava de braços abertos e lágrimas nos olhos. Um abraço demorado e afetuoso, carregado de saudade. Um ano inteirinho sem ver minha amiga Andréia... como pude? Só quando cheguei perto dela é que senti como ela me fez falta, todos os dias. Nós nos falamos quase sempre  por telefone, mas não é a mesma coisa. Mas o interessante é que neste reencontro não existiram cobranças nem reclamações, foi como se nunca tivesse havido um afastamento entre nós.
Andréia passou por situações muito tristes recentemente e eu não estive do lado dela, sei lá por que, afinal, ela só mora há 3 horas de mim. 
Bem... ela passou cinco anos tentando engravidar e finalmente conseguiu, no ano passado. Tudo pronto para a chegada do bebê e ela já estava com sete meses quando aconteceu a tragédia. Uma hemorragia intensa e o cordão umbilical enrolado no pescocinho do bebê, que não resistiu e morreu dentro da barriga dela. Andréia quase morreu também, foi por pouco que conseguiram salvá-la, perdeu uma quantidade enorme de sangue e ficou dias no hospital. 
O marido amoroso, fotografou o bebezinho antes de enterrá-lo, como se estivesse dormindo. Quando eu cheguei foi a primeira coisa que Andréia me mostrou. E eu achei a coisa mais triste do mundo para uma mãe guardar... Mas ela disse que a foto é o único consolo que ela tem, que é a única lembrança de um ser que foi tão amado e que ela carregou na barriga por sete meses. 
Mais uma vez eu pedi desculpas por não ter estado com ela no momento em que ela mais precisava de amor e carinho dos amigos. Andréia disse que eu sou uma boba, que ela sabia que mesmo estando longe fisicamente nós estávamos perto uma da outra e que além do mais, ela não esteve comigo também nos meus momentos mais tristes. Mesmo assim eu não me conformo, sei lá, acho que nem dá para comparar...
Eu admiro muito a Déia. Ela está tentando engravidar de novo e se Deus quiser,  vai conseguir logo!
Mesmo sem seguir nenhuma religião (assim como eu) ela é uma fortaleza cheia de fé e alegria e me ensinou muito neste final de semana, talvez ela nem saiba disto, mas é a mais pura verdade. Não sei se foi o contato com o mar e a chuva, a companhia dela ou o livro maravilhoso que ela me emprestou que deixaram meu coração cheio de paz. Só sei dizer com certeza que eu voltei pra casa muito melhor, literalmente com a alma lavada!
Depois de aliviar um pouco as saudades não falamos mais sobre problemas e tivemos um final de semana muito bom na praia, com direito a comilanças - eu fiz feijoada e a Déia fez um prato de carnes de todos os tipos chamado Frescal,  uma novidade bem gostosa  - qualquer hora vou fazer e postar a receita aqui no blog!!

*Fotos do lugar mais bonito do Rio Grande do Sul, a praia de Torres, que fica quase na divisa com Santa Catarina. 

10 comentários:

  1. Mar, areia, maresia, encontros, reencontros... amigos, sorrisos... Não existe nada melhor! Abraços e laços de amizade, companheirismo... TUdo isso alivia a dor, as tensões, tira o peso dos ombros!!!
    Vc mereceu e continua merecendo tudo isso, Du!!
    E a Andreia vai conseguir engravidar sim! E com a força dos amigos (como vc) ela seguirá firme!!!

    Beijinhos, FLor!!!

    ResponderExcluir
  2. Du,
    A amizade é o mais belo, forte e essencial de todos os sentimentos humanos...é a base de todo e qualquer relacionamento. Tenho algumas amigas(os) muito especiais para mim, e agora,longe deles, sinto o quanto é difícil estar longe e sentir saudade. Tá certo que a distância não separa as pessoas que se amam, mas estar perto é bem mais gostoso, não é mesmo?
    Sinto muito a falta dos meus amigos.
    E que bela amizade a sua e a da Andreia, e tenho certeza: Ela vai conseguir ter seu bebezinho.

    Torres é belíssima, uma das praias mais lindas que eu já conheci. Lindas fotos!

    Querida, um feriado maravilhoso para você, uma Páscoa abençoada pela paz,pela harmonia, pelo amor, e pela amizade!
    FELIZ PÁSCOA!!!

    Beijinho, Cris

    ResponderExcluir
  3. Vim retribuir o seu beijo de escorpião no eu escorpião, agora com gostinho de brisa do mar.
    Nao resisti, vim...rs

    Beso

    ResponderExcluir
  4. Duzinha, que gostoso seu texto. Muitas emoções. O rrencontro é maravilhoso e sem cobrança então, é perfieto. Também tenho amigas assim, que mesmo longe estmaos sempre ligadas pelo amor que temos umas pelas outras.
    Só de pensar no que a Andréia passou me deu um aperto. Esse lance de mãe e filho me dá uma coisa aqui na barriga, um aperto no peito. Mas ela vai conseguir sim ser mamãe. Na hora certa Deus vai deixar.
    Um beijão! Feliz páscoa pra ti!

    ResponderExcluir
  5. Que delícia!!

    Este é um comentário convite.
    Como vc participou da coletiva O livro da minha vida, estou convidando para mais um evento sobre literatura em 18 de abril no Fio de Ariadne.
    Visite o Fio amanhã, 08 de abril e, caso se identifique com a ideia, coloque seu nome na lista e concorra a um livro da Jorge Zahar Editor.

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Du o Sul tem lugares muito bonitos mesmo. Essas fotos da praia de Torres são fantásticas.

    Parabéns pela amiga e desejo felicidades pra vc e para ela.

    Inté!

    ResponderExcluir
  7. Olá Du estou lhe visitando, parabéns, belo trabalho,seu blog é encantador, excelente! Post muito genuíno, que bonito! gostei. Maravilha! Confesso que gostei de ter passado aqui. São Francisco de Assis costumava dezer;"Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível." Por isso considero a vida uma oportunidade impar. Votos de muito sucesso, tb uma ótima semana, sucesso, muito brilho, fique com Deus. Encontrar-nos-emos sempre por aqui... Aguardo sua visita. Felicidades, muita paz e proteção.
    Valdemir Reis

    ResponderExcluir
  8. Ainda acho sensacional a ligação que uma mãe tem com o seu filho, desde o ventre. Parece que todas as expectativas de vê-lo crescer, casar, ter filhos, amigos, carreira e sucesso acontecem num piscar de olhos.
    Ai, que dor, que coragem e que força tem a Andreia, viu, Duzita?!
    Parabéns pela linda amizade e pela luz que a sua amiga emana.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. A carença de religião nao implica falta de espiritualidade

    Fico contente pela sua amizade


    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Anônimo22:51

    DU,VC E LINDA.

    ResponderExcluir

^ Suba