28/04/2009

O FUTURO ME CHAMA - E É PRA LÁ QUE EU VOU!

Coluna do Moço em plena terça-feira? Pois zé. É que eu tenho uma novidade que eu não poderia deixar de compartilhar com vocês, meus queridos coleguinhas virtuais. Afinal, foi no meu antigo blog - onde eu conheci a maioria de vocês - que eu descobri que levava jeito pra “coisa”. De que coisa que eu estou falando? Calmem, que vocês já vão entender. Antes é preciso que vocês saibam quem é este simpático senhor aí embaixo:

Ele é Aguinaldo Silva, simplesmente o melhor autor de novelas do Brasil, que escreveu, entre outras: Roque Santeiro, Tieta, Vale Tudo, Pedra Sobre Pedra, Fera Ferida, A Indomada, Senhora do Destino e Duas Caras. É mole ou querem mais? Pois tem mais. Além de ser este novelista arrasador, ele é também o dono de um dos blogs mais badalados da rede atualmente. E é aí que eu entro. Sim, porque quem acompanhava “A Melhor Novela de Todos os Tempos do Último Verão”, meu falecido blog, sabe que o Aguinaldo é minha maior referência como autor televisivo – sempre fui fã do cara. Quando acabei de escrever meu livro decidi que, enquanto ele não fosse editado, publicaria a história no blog em capítulos, criando assim uma “novelinha virtual”. Devo dizer que foi uma experiência enriquecedora, que me acrescentou muito humana e intelectualmente, principalmente por causa das pessoas maravilhosas que conheci através do blog. E foi por causa dessas pessoas, meus leitores fiéis que opinavam, criticavam, palpitavam e viajavam na minha história, que eu percebi de uma vez por todas que sim, era exatamente isto que eu queria fazer da vida, pois levava todo o jeito do mundo para a “coisa”. E esta coisa a qual eu me refiro é, justamente, o gênero folhetinesco – as novelas! Entenderam agora? Pois bem, agora que já falei os “entretanto”, vamos partir para os “finalmente”.

Lembram que na minha primeira coluna neste blog eu disse que tinha planos em relação ao meu sonho de ser novelista, mas por enquanto não podia revelar para não azedar o meu mingau? Agora eu posso, pois o mingau está prontinho, e eu prestes a devorá-lo bem quente. O autor Aguinaldo Silva vai fazer, a partir da próxima segunda-feira, uma Master Class de roteiro com 14 alunos selecionados através de um concurso. Serão três semanas de aulas intensivas em que os felizardos terão o privilégio de aprender, diretamente com o mestre, como se cria, se estrutura, se desenvolve e se escreve uma novela. A seleção dos alunos foi feita através do blog do autor e os candidatos deveriam escrever uma cena-teste criando um desfecho diferente para uma cena original da novela Tieta. Durante o período de seleção, o Aguinaldo recebeu um total de 1.136 cenas, vindas de todo o Brasil – e até de outros países – das quais ele escolheu apenas as mais criativas para ocupar as 14 vagas disponíveis. Mais concorrido que concurso público né, não? Ontem ele divulgou no blog a lista com os 14 vencedores e adivinhem quem tá lá no meio? Não precisam adivinhar nada, basta entrarem lá e verem com seus próprios olhinhos. Sim, senhoras e senhores, este mesmo que humildemente vos escreve, a mais nova promessa da teledramaturgia brasileira!

Nem preciso dizer o que significa para mim aprender a escrever novela com o próprio Aguinaldo Silva, meu ídolo, até há algum tempo atrás algo inimaginável. Sempre tive, desde criança, uma espécie de “intuição” muito forte em relação às telenovelas, como se eu estivesse predestinado a elas, e cada vez mais se aproxima o momento em que isso deixará de ser apenas “intuição”. Meu futuro me chama e é pra lá que eu vou. Era isso que eu queria compartilhar com vocês e espero que este meu depoimento sirva para que vocês nunca se esqueçam de uma coisa fundamental: enquanto houver vida a gente deve sonhar, mas sonhar é apenas a parte mais fácil. O que faz as coisas se tornarem reais é a nossa força de vontade, nossa capacidade de acreditarmos em nós mesmos e a obstinação incansável em subirmos na vida através de nossos próprios méritos. Só então colheremos os frutos regados com o nosso suor – e como eles são doces!

Aqui vai um aperitivo de lambuja pra vocês: na cena-teste o Aguinaldo propôs que os candidatos criassem um novo final para uma cena da novela Tieta. Na cena em questão, a original, Perpétua abria bruscamente a porta do quarto e flagrava seu filho Cardo nos braços da irmã, Tieta – os dois nus. Para não agir intempestivamente e depois tirar proveito da situação, Perpétua declara aos gritos que abriu a porta e não viu mais nada, pois repentinamente perdeu a visão. O desafio dos candidatos consistia em criar um final diferente para esta cena. Perpétua flagra a irmã e o filho seminarista nus na cama e dá um jeito de fingir que não viu aquilo, do modo mais criativo possível... Mas sem ficar cega. E, detalhe, a cena inteira não poderia ter mais que 50 linhas. Parece fácil? Pois posso lhes garantir que não foi nem um pouco. Ainda mais que nem assisti à novela. Passaram-se dias até eu acertar o tom e descobrir em qual das várias idéias que me surgiam eu poderia confiar. Mandei quase em cima do prazo. O resultado é o que vocês conferem abaixo, a cena com a qual Aguinaldo Silva me mostrou que eu sou realmente bom e estou no caminho certo, pois é uma das 14 escolhidas entre as mais de 1.100.

CENA 1 / QUARTO DE TIETA / INTERIOR / NOITE

Tieta e Cardo aos beijos sobre a cama. Perpétua abre a porta e vê a irmã de costas, sem identificar o homem embaixo dela:

PERPÉTUA – (irada) Arriégua! Eu sabia que tu continuava a mesma depravada de sempre. Cabrunquenta sem vergonha!

CARDO – (p/CAM) Danou-se!

TIETA – (cobre Cardo com o lençol, se levanta) Ôxe, que bacafuzada é essa? Tá procurando o quê em meu quarto, heim, sua alcoviteira?

PERPÉTUA – A vergonha que tu perdeu, aliás, nunca encontrou. Mas deixe estar que eu vou esfregar ela bem na sua cara, catraia da moléstia, a cidade inteirinha vai saber quem é o pai de família que tu tá querendo contaminar com a sua lascívia, envenenar com o seu enxofre. Eu não vou permitir que você acabe com a ordem e a decência desta cidade, vou descobrir quem é o macho que tá mocofiado aí debaixo é já!

Perpétua avança até a cama e, com a ponta de seu guarda-chuva, joga o lençol pro alto, descobrindo Cardo deitado ali apenas de cueca. Atenção edição: O lençol vai caindo, em câmera lenta, diante do rosto chocado de Perpétua. Inserir nesta imagem efeito flash-back com as cenas: Perpétua com inveja da irmã, pondo-a contra o pai, a surra de Tieta na rua, ela indo embora da cidade, o pai arrancando a data da folhinha, o retorno de Tieta, a última imagem de Zé Esteves antes de sua morte. Após essas lembranças, CAM volta para o rosto imóvel de Perpétua e quem ela “vê” ali não é o filho e sim o...

PERPÉTUA – (perturbada) Pai! O senhor voltou. Voltou pra me ajudar a botar cabresto nesta quenga, vadia, rampeira, assanhada/

TIETA – (corta, após olhar confuso para Cardo) Oxente, Perpétua, mas que despautério é esse agora, me diga. Deixe de bestage, sua abirobada, nosso pai já bateu a caçoleta...

PERPÉTUA – (se ajoelhando na cama, Cardo pula apreensivo, ela atrás dele) É painho que tá aqui, bem diante de meus olhos, e veio pra te expulsar de novo desta cidade antes que você transforme ela num antro de luxúria, de devassidão. Eu fiquei de botuca, meu pai, ela continua se xumbregando com os homens casados, oferecendo suas carnes, chafurdando cada vez mais o nome de nossa família na podridão. Essa filistina desavergonhada leva o bute encangado nas costas.

CARDO – (cochichando com Tieta) Que diacho de marmota é essa, tia? Ela entupigaitou de vez ou tá mangando da gente?

TIETA – (p/ Cardo) E eu vou saber? (p/ a irmã) Perpétua, eu não sei o que você pretende com esse quiproquó, mas eu exijo respeito.

PERPÉTUA (avançando p/ Tieta) E tu lá sabe o que é respeito, sua fubanga desfrutável, rameira ordinária! Mas tu vai ter o que merece, ah vai, eu e pai vamos te escorraçar daqui quantas vezes for preciso. Vá pegar a vara de marmelo, pai, ande, vá.

CARDO – (pega a roupa, saindo) Tô indo, minha mã/ (tom) é... filha.

Perpétua, aos prantos, desaba na cama. Tieta, hesitante, senta ao seu lado.

TIETA – (passando a mão em sua cabeça) Ô minha irmã... O que é que tá sucedendo contigo? Perdeu o tino, foi?

PERPÉTUA (sem resquício algum de choro, o olhar em brasa) Agora é que tu tá cafuletada de vez, cabrita desgranhenta!

14 comentários:

  1. Poxa Nandinho!
    Nunca conheci na minha vida ninguém tão obstinado quanto você, com tanta certeza do rumo que queria seguir! Eu admiro muito isto e tenho certeza absoluta que você vai conseguir tudo o que deseja e este Master Class de roteiro é só o início da caminhada longa de sucesso que você vai percorrer na sua vida!
    Te desejo toda sorte e sucesso do mundo e um dia ainda vou chorar em todos os capítulos de uma novela, porque você será o escritor dela!\o/
    Adorei o capítulo que você criou! kkkkkkkkkkk
    Perpétua enxergar o pai na cama com Tieta foi demais!

    Parabéns, querido amigo que eu amo!

    ResponderExcluir
  2. Nandinhooooooo!!! Que beleza!! Eu tô tão feliz!!! Feliz, feliz, feliz meeeeeeeesmo!!!!! \o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/\o/
    Você nem imagina o quanto, de verdade. Feliz, feliz!!
    E que capítulo bacana, hein?!! Puta que pariu Nandinho, que orgulho de vc, orgulho mesmo!! parabéns, parabéns meeesmoo!!!
    Beijinhos e beijinhos e muita sorte para vc na vida!!!!
    Te amoooooooooo!!!!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns para você Nando!!!
    e toda a sorte e felicidade do mundo!!!!

    ResponderExcluir
  4. Muito legal, Nando. Parabéns. Tive a oportunidade de acompanhar alguns capítulos do "A melhor novela...", por isso sei que você merece este destaque.

    Parabéns à Du pela divulgação.

    ResponderExcluir
  5. Bravo, brabo, brevíssimo!!!\o/\o/\o/\o/\o/\o/!

    Eu me encontro de pé batendo palmas pra você.

    Em PE estamos na semana do Festival de Cinema, CinePE, ainda outro dia eu estava lembrando de você, continuo esperando você colocar um roteiro seu nesse festival e me convidar pra ver, quero estar da fila do gargarejo, na realidade eu estou sempre nessa fila quando você escreve.
    Dizer o quanto eu torço por você, o quanto eu acredito no seu talento seria redundante e completamente desnecessário, mas eu preciso dizer que sua conquista enche meu coração de alegria e satisfação, e me traz muitas saudades.
    Obrigada Du por idealizar esse espaço maravilhoso, obrigada a você Cabeção - Opps! tenho que parar com isso - quero dizer Nando, por dividir uma coisa tão maravilhosa com todos nós, e parabéns muita sorte.
    Muitos beijos, um grande abraço cheio de saudades e ternura.

    ResponderExcluir
  6. Nando!! Meus parabéns, quanto orgulho de você! =)
    Você merece isso sabia? Você merece estar ao lado do melhor, ao lado do seu padrinho, de aprender com ele. Você merece porque você correu atrás, você perseguiu o seu sonho como eu nunca vi alguém fazendo na vida... Isso é lindo e estimulante. Eu te desejo toda a sorte do mundo, que você aproveite cada segundinho do curso (como se vc precisasse desse conselho, não há dúvidas que vc vai aproveitar e muito!) e que você seja feliz no caminho que escolheu. Um dia sei que seu nome vai ser grande e nós vamos ouvir falar muito de você. E eu vou poder dizer, toda orgulhosa, "já troquei muita idéia com esse cara... Gosto dele demais!". =)

    Ahh, e vc mereceu estar entre os finalistas, a cena ficou ótima! eu não lembro muito de Tieta, só do final, a cena clássica da Perpétua careca... Mas adorei o diálogo, adorei a forma como você usou os regionalismos, imagino que deva ter dado um trabalhinho bom de pesquisa, hein?? E pra quem não assistiu Tieta, acho que vc pegou bem espírito! ^^

    beijos, fiote. Todo sucesso do mundo pra vc! ;)

    ResponderExcluir
  7. Nando, tu é um menino arretado!! (pode imaginar meu sotaque nordestino bem carregado, com muito gosto!!)

    Nem sei o que dizer... Estou sem palavras... Estou super, super feliz por vc. Mesmo. Posso imaginar como vc está radiante. Mas vc merece, vc tem garra, determinação e o melhor de tudo: muito talento. Ainda veremos uma novela sua na tv, tenho certeza! Uma não, muitas!! E tb quero seu livro autografado e tb estarei ao lado da Carol no gargarejo aqui no CinePE, viu? Prepare-se que daqui pra frente não tem volta, é o Nando rumo ao sucesso!! :)

    Parabéns, Nandico!! \o/\0/\o/

    ResponderExcluir
  8. Levei um susto Nando. Cliquei lá no link para o blog do Aguinaldo e vi um aviso pra você fazer logo sua confirmação. Mas depois vi que a postagem já é "antiga", a essa altura você já deve ter feito né rsrs.

    Mano, eu fico aqui com um sorriso de orelha a orelha, como diz a Su. Felizaço com esta sua conquista.

    Você é um exemplo pra todos nós que te acompanhamos desde o "a melhor novela de todos os tempos da última semana". Exemplo de brasileiro! Povo que não desiste nunca.



    E essa sua cena-teste aí
    me deu uma saudade danada. Tieta foi a primeira novela que marcou mesmo minha vida. Perpétua é inesquecível!

    Aquele abraço meu mano!
    E que venham mais vitórias!
    Inté!

    ResponderExcluir
  9. Nando, parabéns por continuar batalhando pelo seu sonho. E, pelo visto, agora é só questão de tempo e um pouquinho mais de batalha até chegar lá! Mas isso você tira de letra em letra, ou melhor, de cena em cena! :-)

    Não pude comparar com as demais cenas-teste, com exceção da cena do cubano, mas posso afirmar que me transportei ao ler a sua!

    Fico aqui imaginando seu sorriso de orelha a orelha porque estará, justamente, pertinho do seu "padrinho"! Muita luz, muito trabalho, muitos capítulos em sua vida!

    Abração!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns, Nando! Agora o negócio vai! Arrasa nesse curso, garoto! Deus te abençoe!

    =*

    ResponderExcluir
  11. Nandinho! \o/
    Acabei de chegar do trabalho, abri a caixa de email e vi que tinha um comentário seu, nem fui no Apenas Nana, vim direto aqui.
    Que surpresa maravilhoooosaaaaaa!
    Como bem disse a Du, também não lembro de ter conhecido uma pessoa tão obstinada quanto vc.
    Vc é mais que um simples amigo virtual, vc é um verdadeiro exemplo.
    Acho desnecessário falar da minha torcida e alegria, né? =)

    Hum, e quanto a visita da Duzinha... Estou ansiosíííssimaaaaaaa! \o/\o/\o/

    Ah, e quanto ao nosso cheiro no seio do nariz, é só nosso, muito nosso e de mais ninguém! ;]

    Beijão no seio do seu nariz. meu lindo!

    ResponderExcluir
  12. Ai, meldellls!!
    Que diaxo de marmota é essa, minino???

    Calma, calma, calma!

    Estou meio zonza! Não acredito que passei o dia inteiro sem saber dessa notícia!!! Mas eu tinha mesmo que viver para ficar tão imensamente feliz por tu.

    Ôxi, seu paidégua! Tu é danado mesmo, cabra!

    Aiiiiiinn..Fui lendo, dando uma vontade de chorar, tô com um nó na garganta. Não é somente pq tu conquistou essa etapa não, mas porque tu é um exemplo de obstinação, Nandinho!

    Sério mesmo! O moço que eu conheci na blogosfera, que queria mostrar seu trabalho, que sempre lutou pelo que acredita e q não tem medo de colocar a cara pra bater, até mesmo pq sabe onde e como quer chegar.

    Todos nós estamos mais que orgulhosos por tu.

    PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
  13. Chatonildooooo... que coisa boa de ler, que coisa boa que tá acontecendo com você! Tô muito, muito feliz e orgulhosa! Vai em frente, sempre!
    Beijo muito grande pra ti!

    \o/ = feliiiiiiiiz por você!

    ResponderExcluir
  14. COSQUIRÍÍÍDIA!!!!
    Fiquei muito, muito feliz por ti, Nando! Que sorte que acompanho o blog da Du pelo Reader (sabias, Du?, não comento, mas leio e gosto).
    Eu sabia que um dia chegaria a hora do Nando, da melhor Novela de Todos os Tempos! Desejo que tenhas sempre o maior sucesso! Estou até emocionada.
    Bjim, cosquirídia!

    ResponderExcluir

^ Suba