Eles estão entre nós, cuidado!

01/10/2012


Os psicopatas são falantes, charmosos, simpáticos, sedutores, capazes de impressionar e cativar rapidamente qualquer pessoa. Sua capacidade de “parecer bonzinho, educado e inofensivo é impecável”. É a pessoa perfeita, aquela que você menos desconfia ser um psicopata. Tudo isso é uma fachada, como um teatro muito bem engendrado para esconder suas características perturbadoras: a incapacidade de se adaptar às normas sociais com respeito a comportamentos dentro da lei ou da ética social, indicado pela repetição de atos criminosos. A capacidade de enganar, através de mentiras repetidas a fim de obter lucro pessoal ou prazer. Desrespeito e imprudência pela sua própria segurança e dos outros. Irresponsabilidade, indicada por falhas repetidas na manutenção do trabalho ou honrar suas obrigações financeiras. A falta total de remorso ou culpa por ter ferido, maltratado, roubado, enganado ou mesmo matado outras pessoas. Eles são inteligentes, mas insensíveis, frios, manipuladores e sua capacidade de fingir sentimentos é perfeita. Se descobertos, são mestres em inverter o jogo, colocar-se no papel de vítima ou tentar convencer de que foram mal interpretados. E estão conscientes de todos os seus atos.

Assim os psiquiatras os descrevem. Este perfil assombroso é absolutamente realista. Os psicopatas são o extremo mais grave dos que apresentam “distúrbio de personalidade anti-social” (DPA). A possibilidade de você já ter encontrado um em seu caminho é grande, pois pelas estatísticas da Organização Mundial da Saúde uma em cada 100 pessoas uma é sociopata em maior ou menor grau, 1% a 4% da população mundial.

Não existe defesa totalmente segura contra eles. Segundo os psiquiatras muitos atos cometidos com crueldade atuais ou não, podem ter origem nesse mal. O grande desafio é reconhecê-los, devido a capacidade de enganar com perfeição e dizer exatamente o que você quer ouvir, que eles possuem. Você só descobre que cruzou o caminho de um psicopata, após ter sido prejudicado por ele.

O psicopata não é exatamente um doente mental, mas sim um ser que se encontra na divisa entre sanidade e a loucura. O ser humano normal é movido pelo triangulo: razão, sentimento e vontade. O que move um psicopata é: razão e vontade ou seja o que os move é satisfazer plenamente seus desejos, mesmo que isso envolva crimes como: golpes financeiros, roubos, furtos, estupro ou assassinato. Não importa, já que para eles não existe o fato: sentimento. Eles já foram descritos como seres desprovidos de “alma”.

Os sociopatas exibem egocentrismo e um narcisismo patológico, baixa tolerância para frustração e facilidade de comportamento agressivo, falta de empatia com outros seres humanos. Eles são geralmente cínicos, incapazes de manter uma relação e de amar. Eles mentem sem qualquer vergonha, roubam, abusam, trapaceiam, negligenciam suas famílias e parentes.

O pesquisador canadense Robert Hare, um dos maiores especialistas do mundo em sociopatia criminosa, os caracteriza como "predadores intra-espécies que usam charme, manipulação, intimidação e violência para controlar os outros e para satisfazer suas próprias necessidades. Em sua falta de consciência e de sentimento pelos outros, eles tomam friamente aquilo que querem, violando as normas sociais sem o menor senso de culpa ou arrependimento."

Os próprios sociopatas se descrevem como "predadores" e sentem orgulho disto. O psicopata é incapaz de aprender com a punição ou de modificar seu comportamento. Quando descobre que seu comportamento foi identificado, ele reage escondendo muito bem este seu “lado negro”, mas nunca mudando, disfarça de forma inteligente as suas características de personalidade.

O indivíduo sociopata não apresenta sintomas de outras doenças mentais, tais como neuroses, alucinações, delírios, irritações ou psicoses. Eles apresentam um comportamento tranquilo quando interagem com a sociedade, geralmente possui uma considerável presença social e boa fluência verbal. Não é incomum, eles se tornarem líderes sociais de seus grupos. Muito poucas pessoas, mesmo após um contato duradouro com o sociopata, são capazes de imaginar o seu "lado negro", o qual a maioria dos sociopatas é capaz de esconder com sucesso durante sua vida inteira, levando a uma dupla existência. Vítimas fatais de sociopatas violentos percebem seu verdadeiro lado apenas alguns momentos antes de sua morte.

Graças aos céus os psicopatas que matam, estupram e torturam não são os mais frequentes. O mais comum é o tipo parasita: aquele que se dedica a atormentar e dar golpes em suas vítimas sem nunca atentar fisicamente contra elas. Políticos corruptos, líderes autoritários, pessoas agressivas e que abusam da sua confiança, etc... Uma característica comum aos sociopatas é a de usarem sistematicamente a enganação e manipulação de outros visando ganhos pessoais. Um estudo epidemiológico do NIMH (National Institute of Mental Health) registrou que somente 47% daqueles que eram sociopatas tinham uma história de processo criminal significativo. O mais comum para estes são problemas no trabalho, violência doméstica, tráfico e dificuldades conjugais severas. Normalmente os indivíduos com este distúrbio de personalidade são ciumentos, possessivos, irritáveis, argumentadores e intimidadores. Seu comportamento frequentemente é rude, imprevisível e arrogante.

Resumindo todos os aspectos essenciais do estudo do TPA  - psicopatia ou sociopatia:
- um transtorno de natureza crônica que inicia-se como transtorno de conduta em torno de 15 anos e consolida-se como TPA aos 18 anos.  
- Os portadores de TPA tem uma inteligência média e alguns são muito inteligentes. Usam muito os recursos verbais e são muito convincentes nas suas argumentações.

- Tem alterações no lobo frontal ( a parte do cérebro que controla o relacionamento com as pessoas ) e nos circuitos que controlam as emoções. Estas alterações fazem com que sejam agressivos, irritadiços e estabeleçam relações muito perturbadas.  
- As possibilidades de tratamento são limitadas pois os portadores de TPA não estabelecem vínculos firmes e duradouros e não aprendem com a experiência. 

- Quando punidos não aprendem com a experiência, voltando a cometer crimes e violar os direitos dos outros. 

- Não sentem culpa com os atos anti-sociais que cometem e sempre têm explicações e racionalizações. Às vezes chegam a dizer que “matei por amor”. São pessoas extremamente frias e calculistas. -- Colocam nos outros ( projetam ) aspectos detestáveis da sua mente e sentem uma espécie de triunfo e grandiosidade quando enganam ou agridem alguém. 

- As medidas de prevenção não são muitas e consistem em ajudar aos portadores a não se reproduzirem com o excesso que lhes é peculiar, com medidas de apoio. 

- A nível individual a proteção é o conhecimento e boa observação das pessoas com os quais convivemos e com quem fazemos transações comerciais.

Informações retiradas e resumidas por mim de um estudo feito pelo Dr. Osvaldo Lopes do Amaral, Diretor Clínico do INEF e pelo Dr. Robert Hare em entrevistas diversas concedidas em revistas e jornais.


24 comentários:

  1. Um em cada cem??
    Já namorei com um. E conheço uma outra...e infelizmente ela é mto importante pra mim...

    :(

    ResponderExcluir
  2. Olá Du, tudo bem?
    Olha, acho muito interessante matérias sobre esse assunto. E quanto mais eu leio com mais medo eu fico. É tão difícil identificar, hein?!
    Mesmo assim, a informação é o caminho certo para aprendermos a lidar com esse perigo que corremos constantemente e de forma incosciente.

    Ótima matéria.
    Bom final de semana pra você. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Um excelente post..bem explicativo..
    Já tive que estudar sobre o assunto quando trabalhei para um cliente assim.
    Bom final de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Artigo importante e muito informativo. Gostei demais.

    Conheco um com um grau menor dessa psicopatia.

    Parabens pelo post!

    Beijao.

    ResponderExcluir
  5. Tenho medooooooo!!!
    Acho que conheço uma psicopata, ela tem várias características dessas que vc colocou aqui Du. Mas meu coração não me deixa acreditar nisso.
    Ótimo post.
    beijosssss

    ResponderExcluir
  6. Du,

    Engraçado você ter postado isso. Dia desses eu estava conversando com uns amigos sobre essas pessoas que têm um comportamento normal e, de repente, saem fazendo atrocidades. O pior é que não sabemos quem pode ser psicopata. Pode ser até alguém próximo de nós. É triste esse fato.

    ResponderExcluir
  7. Todos nós temos um pouco disso. A psicopatia é um instinto básico. E lendo o texto, saiu um poema que logo publicarei.

    ResponderExcluir
  8. Cármen00:37

    Um dos sintomas deste trantorno de personalidade é o uso da sedução por parte do doente(psicopata!).Por um lado tem atitudes encantadoras e por outro uma frieza assustadora.Não acho dificil reconhecer um individuo com este trantorno,conheço vários.Basta estar atento pois as atitudes e sentimentos não apresentam coerência.São cansativos pq se repetem e acabam sendo rejeitados.
    Muito bom este post,parabéns!
    bjs.

    ResponderExcluir
  9. Oi Du, embora tenha sintomas parecidos e bastante semelhantes. A sociopatia é muito mais grave que a psicopatia, até porque o sociopata pode não demonstrar qualquer característica cruel e ser uma pessoa simples e humana. Acredita-se que a maioria dos artistas (atores, entre outros) são sociopatas. Engraçado, mas verdadeiro... Já no caso da psicopatia, o individuo não tem meio termo, tão pouco a possibilidade de não serem individuos frios e incapazes de sentirem remórsio.
    Escrevi um artigo sobre o tema no meu antigo blog.
    Eu gosto desse tema porque auxilia muito na hora de criar personagens do mal, vilões.
    Grande beijo

    ResponderExcluir
  10. Anônimo16:00

    To com medo....ACHO Q TEM UM PSICOPATADO MEU LADO....

    Essa pessoa tem mtos amigos faz amizade com uma facilidade tremenda...sempre conquista os outros mais tbm fala mal de todos pelas costas e tenta i tira vantagem delas MENTE COMO SE FOSSE A COISA MAIS NATURAL DO MUNDO e tudo com um tom de verdade absoluta.MENTE SEMPRE.
    i tem possoas da familia com problemas mentais gentetico.
    SERA UM PSICOPATA?

    ResponderExcluir
  11. Ei pessoal não fala assim dos psicopatas não, sou um a 5 anos e não sou tão mau assim
    Matei minha tia, minha vôo meu os visinhos e etc: , rsrsrsrsr na boa ! ate mesmo uma pessoa
    Normal pode se tornar um psicopata dependendo da situação que passar, não tem essa de
    Identificar um, impossível, porque se fazermos isso acabamos julgando pessoas pelas aparências.

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Gostei muito da materia passei a pesquisar por fatos antigos e atuais.
    Psicopatas são realmente encantadores, seu charme e encanto é indiscritivel. Muito obrigado por deixar as pessoas atentas!

    Agradecida:

    E.suely

    ResponderExcluir
  13. Tenho um irmão sociopata ou psicopata como queiram, mas acredito que em grau menor. Praticou pequenos furtos na adolescência, é agressivo e irritadiço, perturba constantemente a família, é extremamente charmoso e convincente, vive cercado de pessoas, mas perdeu todos os seus amigos, não trabalha com regularidade, só faz bicos e não cumpre nenhuma obrigação social, desde votar nas eleições até pagar a pensão do filho. Está arruinando sua própria vida, além da vida daqueles que com ele convive e não há o que podemos fazer para ajudá-lo. Muito inteligente engana até á polícia, quando pratica violência doméstica contra mim, em muitos momentos, e contra meus pais. As pessoas de fora não agride, pelo contrário, trata com muita amabilidade jogando seu charme para convencer a todos de que é um ótimo sujeito. Basta se aproximar emocionalmente dele para que ele arruine sua vida.

    No inicio quando comecei a descobrir entrei em parafuso... como pode haver em minha família alguém assim???...
    Agora passo a entender, o mal é inerente à existência humana. E não é necessário ter compaixão para com ele. Apenas posso compreender que há a possibilidade de pessoas simplesmente "serem assim". Não houve abuso na infância, nenhum trauma irremediável, nada. A sociedade é meio louca, cria valores absurdos de extremo consumismo e de falta de valorização e respeito à pessoa, mas não justifica um comportamento persistente de egoísmo, agressão e má conduta.
    Acredito que essas pessoas só a vida corrige e o melhor mesmo é ter compreensão, identificar esses sujeitos e se proteger como for possível, principalmente, buscando não ter envolvimento emocional, com elas.

    Força a todos que conhecem pessoas assim...

    ResponderExcluir
  14. Não sejamos hipócritas, todos somos psicopatas. Não existem pessoas "do bem" nem "do mal", apenas seres humanos que como os animais tem instintos. Se todos controlassemos nossos instintos com certeza estaríamos extintos.

    ResponderExcluir
  15. Realmente muito observado ,_eternamentenabi_, suas palavras foram sabias , mais acho que ainda falta um mero complemento! nao esta algo totalmente descritivel!e uma pena que postaram essa mensagem a tanto tempo, caso o contraria veriam como um menino de 14 anos e tao solido nas palavras ,sabem nunca soube extamente como de fato retiro esses vocabularios incomuns ! mais creio que seja desde os meus 6 para 7 anos de idade , coisas incomuns aconteciam , coisas nao muito legais ,pelo mnos que a sociedade achacE , agora vamos ao que interessa . O seguinte complemento que darei nao e nada relativo , mas pode afetar se as pessoas creiem que existe esses casos de "disturbios" , a diferença entre nos e minima COISAS que vcs tem de mais nos temos menos e vice versa , vcs ja mataram incetos ja nao? , nos ja matamos gente,viram onde quero chegar? pois e !por mais que um inceto seja totalmente eminente , considerado um nada entre nos , Mas nao deixa de ser uma vida,honestidade kkk uma plavra um pouco estupida, se achasse meio milhao de reais , iriam procurar saber quem e o dono , iriam realmente devolver tentador nao e mesmo! vo citar so essas coisas ate pq to meio sem animo a escrever , mas tem outros exemplos que explicaria atentadoramente vcs ! o mesmo tem significado a nos ! qual diferença entre sentir prazer e ficar rico ?citei esses exemplos mais comuns ! entre eles acho que prazer me beneficiaria mais ! E por issu. EU adoro ver coisas em movimento, em nao sinto prazer algum quando o mundo esta parado como um moinho de vento que nao gira, a eu suponho que muitos achem issu bonitu ainda que estejam imoveis ,mais agora eu mesmo quero colocar coisas em movimento, o primeiro passo foi dado MOTIVAÇAO, o que motivou a ser assim ?! e so o que vou falar o resto e muito pessoal ! ate !


    P.S. Luis Eduardo . A.N.S 14.

    ResponderExcluir
  16. Discordo dos comentarios da "eternamentenabi" e do "radio".

    Todos nós podemos ter algum comportamento "avulso" de vez em quando, que pareça com um psicopata, mas não somos de fato. Agora quando o sujeito vive constantemente com esse tipo de comportamento ou pensamento psicopático, então ele é um psicopata.

    "Ser" psicopata é uma coisa(é um psicopata), e ter alguns comportamentos ou pensamentos esporádicos que lembram um psicopata é muito diferente. Isso não é ser um psicopata.
    Éssa é a tal difererença, entre "ser" e "estar".

    ResponderExcluir
  17. Olá me chamo Teresa Raquel, moro em Juazeiro do Norte Ceará, passei uns 5 anos estudando psicopatia, tenho o livro Mentes Perigosas o psicopata mora ao lado de Ana Beatriz Barbosa Silva e um de Martha Stouth Meu Vizinho é um psicopata, tenho dois de Ilana Casoy Casoy,Serial Killer louco ou cruel, e a prova é a testemunha,tinha várias revistas que falavam sobre esse assunto todas da revista super-interessante,já assisti entrevistas de assassinos em série tenho um blog chamado www.blogdosmeuslivros.com.br lá você encontraram as sinopses do Livro Mentes Perigosas o psicopata mora ao lado, Meu Vizinho é um psicopata,Serial Killer louco ou cruel?,a prova é a testemunha, só não encontrarão sinopes das revistas, mas lá vocês encontraram na parte de vídeos, entrevistas de Ana Beatriz Barbosa Silva,uma cena da novela A favorita com Flora (Patrícia Pillar)e Irene(Glória Menezes),entrevistas de Ilana Casoy e o assassino em série Ted Bundy além de outras entrevistas com Eduardo Nunes sobre dicas de paquera e Paulo Rezzutti sobre o livro Titília e o demonão sobre as noventa e quatro cartas de D.Pedro I para a Marquesa de Santos.

    ResponderExcluir
  18. OLHA PESOAL, CONVIVI COM UM SOCIOPATA HÁ MAIS DE 25 ANOS, E SOMENTE AGORA É QUE DESCOBRI QUE EXISTIA ESSA DOENÇA. ANTES ACHAVA TUDO NORMAL, DE QUE ERA GÊNIO DESSA PESSOA, CARACTERISTICA DE SIGNO, ETC E TAL,DEPOIS LENDO UMA MATÉRIA DE CAPA NUM SITE, COMECEI A BUSCAR E ME INFORMAR ACERCA DESSE ASSUNTO, SIMPLESMENTE FIQUEI ATONITO, TODOS OS SINTOMAS FECHAM NAQUELA PESSOA, E QUANDO PROCUREI ME AFASTAR VENHO UMA IRA POR PARTE DA MESMA, QUE CERTAMENTE NÃO O SENTIMENTO DE PERDA, MAS SIM MAIS UMA VÍTIMA QUE FOI EMBORA.

    ResponderExcluir
  19. Nossa, pelo que li acima, sou um psicopata( ou pelo menos tenho um potêncial muito grande para a psicopatia).
    Bom, as caracteristicas batem, tomara que fique só nisso.

    ResponderExcluir
  20. Eu fui Vitima de Um Psicopata durante 4 anos sem saber que assim ele Era, ate que um dia por descuido ele deixou o E-mail dela aberto, entao eu descobri a verdade, Tudo que se Possa Imaginar tinha! ele mantinha relacionamentos com varias mulheres em lugares distinstos do Mundo, com Transexual, era assinante de site de sexo bizarro, um Horror...
    descobri Tudo e Terminei com ele, entao ele para se vingar de Mim começou um Relacionamento com Umas das Minhas Melhores Amigas, qe Apesar de Saber de Tudo, Resolveu acreditar Nele, Nao sei Se Por Ambiçao ou Talvez Ate Psicopatia Tambem! Resolvi Mostrar a Face dele no Meu Blog
    pretendo Postar Todos os E-mails e Tambem Retratar depois a Minha Ex Amiga, que apesar de saber de tudo Continua com ele.

    ResponderExcluir
  21. É estranho saber que existem mais psicopatas que eu imaginei. A gente sempre acha que são aqueles que aparecem nos filmes americanos. E nem imagina que a gente pode conviver com um pertinho da gente. Por isso gosto sempre de ler sobre isso. E amei o seu texto.
    Beijos
    adriana

    ResponderExcluir
  22. *A verdade é que o mundo está povoado por vérios tipos de

    pessoas LOUCAS !!! Infelizmente.

    ResponderExcluir
  23. Tive um relacionamento com um homem mentiroso contumaz, frio, egocêntrico, instável, contestador. Um inferno em vida. Até que ele me agrediu fisicamente e eu desisti de continuar o aturando. Mas, tenho medo dele e permaneço longe dele, pois não sei o que poderá acontecer comigo.

    ResponderExcluir

^ Suba