12/08/2009

10 dicas fáceis para eliminar o stress

Postado por Dulce Miller às 00:22
Existem várias formas de descomprimir e relaxar depois de um dia particularmente agitado e estressante, mas o mais certo é que o dia seguinte trará mais do mesmo. Daí a importância de perceber a raiz de todo esse stress e eliminá-lo de uma vez por todas!
Uma revisão cuidada da sua vida, juntamente com a alteração de alguns hábitos, pode eliminar grande parte das fontes de stress no seu quotidiano. Sejamos realistas, uma vida sem stress não é possível. O stress é uma resposta natural aos desafios da vida e uma vida sem desafios seria demasiado entediante. É ou não é? No entanto, grande parte do stress que existe nas nossas vidas é completamente desnecessário e pode ser facilmente eliminado graças a alguns passos simples (e outros não tão simples). Claro que isto não pode ser concretizado da noite para o dia, mas é algo em que vale a pena investir.
1) Identifique as suas fontes de stress. De todos, este é o passo mais importante. Ser capaz de identificar as suas fontes de stress é o primeiro passo para poder eliminá-las efetivamente. Pare para pensar 5 ou 10 minutos sobre as coisas que tornam os seus dias e as suas semanas mais estressantes. Quais são as pessoas, as atividades, as tarefas ou as coisas que considera serem a raiz de todo o seu stress. Elabore uma lista das top 10 e veja o que pode ser eliminado de imediato. Para aquelas que não têm uma solução definitiva, procure formas de as atenuar, tornando-as menos estressantes.
2) Elimine obrigações desnecessárias. A nossa vida está cheia de obrigações, começando com as profissionais e passando pelas familiares, as cívicas, as tarefas domésticas e aquelas ligadas a instituições, associações ou paróquias; terminando nos passatempos, atividades desportivas, culturais e online, entre muitas outras. Pese cada uma individualmente: a quantidade de stress que produzem versus o valor que retira de cada uma. Seja radical e faça o que tiver de fazer para eliminar aquelas que lhe proporcionam mais stress do que prazer.
3) Procrastinação. Deixar para amanhã aquilo que pode ser feito hoje – todos fazemos isto! Só que, ao deixar que os afazeres da sua vida se amontoam, também gera stress. Desenvolva o hábito de "fazer agora" ou "tratar imediatamente" e mantenha tudo sobre controlo e em dia.
4) Desorganização. Todos temos uma pontinha de desorganização dentro de nós. Mesmo que tenhamos desenvolvido e executado um sistema de organização perfeito para isto ou para aquilo, a ordem natural das coisas é, mais tarde ou mais cedo, o desleixe que, se não for travado a tempo, pode tornar-se caótico. E a desorganização também é estressante – visualmente é horrível e se nos impede de encontrar as coisas que necessitamos, pior ainda! Reserve um tempinho para se organizar: comece com o escritório e os mil e um papéis que lá abundam, passando progressivamente para as restantes divisões da casa. 
5) Atrasado. Estar atrasado estressa qualquer um. Temos de correr para nos arranjarmos, correr para chegar ao sítio aonde já devíamos estar, enquanto estressamos durante todo o processo sobre estar atrasado e que mal que vai parecer! Aprenda a chegar cedo, faça deste um novo hábito e vai ver como se livra desse maldito stress! Faça um esforço consciente para chegar sempre cedo, assim também poderá sair mais cedo. Um resultado direto deste esforço é que conduzir vai ser muito menos estressante. Cronometre o tempo que demora a arranjar-se, sair de casa e chegar ao emprego, por exemplo… se calhar até é mais rápido do que pensa, não? Uma vez familiarizado com os seus "tempos", basta começar 10 minutos mais cedo, para chegar a todo o lado com 10 minutos de antecedência, nas calmas e sem stress… é uma sensação fantástica!
6) Controlador. Embora gostaríamos de ser, não somos o "Mestre do Universo". Tentar controlar tudo e todos não funciona, mas tentamos fazer isso mesmo e quando verificamos que, de facto, não gera resultados, os nossos níveis de ansiedade sobem em flecha. É importante aprender a deixar as coisas fluírem naturalmente, respeitar a forma como as outras pessoas fazem as coisas, aceitar o desfecho das diferentes situações que povoam a nossa existência. A única coisa que realmente pode controlar é você próprio – aperfeiçoe isso antes de tentar controlar o resto do mundo. Para além disso, procure distanciar-se das suas tarefas e aprenda a delegar. Deixar de tentar controlar as pessoas e as situações que nos rodeiam, é um passo importante para uma vida sem stress.
7) Múltiplas tarefas. Executar, em simultâneo, múltiplas tarefas pode parecer produtivo, mas na realidade torna-nos mais lentos na medida em que não conseguimos concentrar-nos o suficiente numa só tarefa para poder conclui-la. Entretanto, ficamos estressados. Faça apenas uma coisa de cada vez.
8) Elimine os "suga-energias". Se já parou para analisar a sua vida e identificou as suas maiores fontes de stress, provavelmente também descobriu algumas coisas que lhe sugam a sua preciosa energia. Existem certas coisas na vida que são mais exaustivas que outras e com a desvantagem que não têm qualquer valor acrescentado. Saiba quais são e faça um delete permanente. O resultado? Mais energia, menos stress, mais felicidade. 
9) Evite as pessoas difíceis. Sabe exatamente quem são. Sim, diretores, colegas de trabalho, clientes, vizinhos, até alguns amigos e familiares – aquelas pessoas que tornam a sua vida mais complicada. Por outro lado, podia sempre confrontá-los e discutir as vossas desavenças, mas isso seria ainda mais estressante. O mais fácil é simplesmente (e na medida do possível) cortar relações.
10) Simplifique a sua vida. Tornar mais simples as suas tarefas diárias, as suas obrigações, a quantidade de informação que regista, a sua casa e muitas outras coisas que preenchem a sua vida implicará uma redução significativa no seu nível de stress. Comece já hoje a simplificar a sua vida.
Fonte resumida do Estado Zen 

15 comentários:

Luma on 12 de agosto de 2009 00:36 disse...

Du, o estresse para mim é fundamental. Eu só produzo sob pressão, mesmo assim sou super organizada e elejo prioridades, isto faz sobrar tempo para mim. Esta é a chave do não estresse - você tem que ter uma hora do dia para se dedicar exclusivamente aquilo que gosta - a obrigação que faz o estresse se instalar. Eu sei as minhas fontes e não posso eliminá-las, por isso, resolvi conviver bem com elas. As obrigações desnecessárias, geralmente são as que envolvem compromissos sociais. Se você eliminar todas, surge um outro estresse - vão te chamar de anti social e este estigma é chato, na medida que as pessoas são repetitivas. Bem, não vou comentar tópico por tópico - para não tomar conta do seu espaço :D boa semana!! Beijus

Iza on 12 de agosto de 2009 09:48 disse...

Oi, Du!
Também sou de natureza estressada só que muito mais impulsiva.
Tem dias que dá vontade de deletar tudo. Tenho uma enorme necessidade de começar sempre tudo de novo. Últimamente adoto a prática de contar até 50, isto mesmo até 50 antes de tomar uma decisão. Você já viu toda a minha impulsibilidade pelo twitter. Estou até indo pouco lá, por causa disso.
Beijão!

Lunna on 12 de agosto de 2009 10:05 disse...

Então Du, no meu caso, o stress me faz escrever e acho que são nesses momentos que saem as melhores coisas. Escrevi Foco Femina num momento de stress em que eu queria gritar com o mundo a minha volta. Gritei com o papel. rs
Beijos

Su on 12 de agosto de 2009 10:31 disse...

Andar descalça na areia seeempre me ajuda!! Ontem mesmo eu precisei fazer isso, joguei tudo pro alto e fui caminhar pela praiiia... Eu tenho que começar a seguir essas dicas porque meu nível de estress está aumentando.. rsrs...
Beijos, lindona

Marisa Pimenta on 12 de agosto de 2009 11:53 disse...

Olá Du, saudade, mas tebho andado ocupada, mas não estressada!!!!kkkk Estava c encomendas para entregar e me desliguei um pouco do PC. Adorei este post, andamos super estressados ultimamente, é a doença da moda. Vc vai ao médico e ele pergunta se está estressada, mas acho q tomar estes cuidadeos do texto é q faz a diferença. Precisamos ser mais livres p viver melhor. Uso esta máxima sempre "A vida é curta pra ser pequena" é preciso fazer c q a vida se torne cada dia melhor. Bjks aparça.

"re" on 12 de agosto de 2009 13:05 disse...

Oi Du

Cada pessoa tem uma maneira diferente de aliviar seu stress.
Eu gosto de ficar só, caminhar descalça, ouvir uma boa música, tomar um drink, desligar tudo que possa chamar-me a realidade.
Sempre funciona.
Belo texto. Dicas ótimas.

Besitos

Seu Saraiva on 12 de agosto de 2009 13:14 disse...

ola, legal seu blog. visite o meu, podemos fazer uma parceria, sou de porto alegre, rs.
abraco

Lorena on 12 de agosto de 2009 14:31 disse...

Nossa, as fontes de stress são tantas que fica até difícil saber por onde começar! Ms algumas coisas eu acho que já faço nesse sentido. Por exemplo, isso do atraso; eu procuro não fazer do atraso um hábito. Geralmente chego adiantada aos meus compromissos. Não consigo realizar muitas tarefas ao mesmo tempo mesmo, por isso nem teno! Rsrs

Quanto a procrastinação, essa não tem jeito. Eu sempre deixo as coisas pra cima da hora e não consigo funcionar de outro jeito! Eu tento, mas não consigo... Apesar disso, eu nunca falho com meus compromissos, isso é certo.

Agora, Du, me fala o segredo pra evitar as pessoas difíceis! Como?? O.o

Beijãozão, Duzinha!^^

on 12 de agosto de 2009 18:22 disse...

Adoro ficar em casa sozinha.
É a minha maneira de parar um pouquinho e só ficar bem quieta.
Dica maravilhosas filha, algumas delas eu preciso aprender exemplo evitar pessoas difíceis, ess é complicada, pois aqui em casa cada um mais difícil que o outro. Mas tô aprendendo, lendo mais poesias e contos e vai por aí. Alivia e muito!

Beijos minha amada!
Te amo!

Adriana on 12 de agosto de 2009 18:30 disse...

Eu faço yoga, ouço música.

Du, taí uma coisa ótima para desestressar: cinema!! Se entupindo de pipoca!! Ontem eu fui assistir A Era do Gelo 3! Vc já viu? Eu adoro essa série!! Morro de rir!! Amo aqueles bichinhos!! O engraçado é que fui ontem à tarde e como as aulas da criançada já recomeçaram só tinha adulto na plateia!! Rsrs!!

Beijo!!

Dilberto L. Rosa on 12 de agosto de 2009 19:01 disse...

Boas dicas, minha cara: de todas, a procrastinação e a desorganização são as que mais me prejudicam e me estressam... Digamos não a ele, então! Abração!

Andresa on 12 de agosto de 2009 19:40 disse...

Que grande utilidade essa postagem! Quem pode dizer hoje que não tem stress?????
O stress ja faz parte do dia a dia, por causa da correria, e de tantos problemas.

E nada como pausar ..... ler... cantar... passear... rir....
e seguir suas dicas maravilhosas...

Um grande abraço
Andresa Araujo

Jéssica on 13 de agosto de 2009 18:09 disse...

Olá..
Parabéns!!
Seu post está em destaque na home do BombaNet.
Confira:
http://www.bombanet.com.br

Até Mais!

Jéssica (Equipe BombaNet)

Mendigo Geek on 14 de agosto de 2009 14:34 disse...

[...] Este post está no Mendigo Geek [...]

crazyseawolf on 23 de agosto de 2009 15:28 disse...

Eu juro que tento controloar o meu stress, mas toda vez que entro numa sala de aula...

 

a moça do sonho © 2012 Web Design by Ipietoon Blogger Template and Home Design and Decor Vector by Webdesignhot