Quando me amei de verdade

01/11/2009



Quando me amei de verdade,
pude compreender
que em qualquer circunstância,
eu estava no lugar certo,
na hora certa.
Então pude relaxar.

Quando me amei de verdade,
pude perceber que o
sofrimento emocional é um sinal
de que estou indo contra a minha verdade.

Quando me amei de verdade,
parei de desejar que a minha vida
fosse diferente e comecei a ver
que tudo o que acontece contribui
para o meu crescimento.

Quando me amei de verdade,
comecei a perceber como
é ofensivo tentar forçar alguma coisa
ou alguém que ainda não está preparado
inclusive eu mesma.

Quando me amei de verdade,
comecei a me livrar de tudo
que não fosse saudável.
Isso quer dizer: pessoas, tarefas,
crenças e - qualquer coisa que
me pusesse pra baixo.
Minha razão chamou isso de egoísmo.
Mas hoje eu sei que é amor-próprio.

Quando me amei de verdade,
deixei de temer meu tempo livre
e desisti de fazer planos.
Hoje faço o que acho certo
e no meu próprio ritmo.
Como isso é bom!

Quando me amei de verdade,
desisti de querer ter sempre razão,
e com isso errei muito menos vezes.
Quando me amei de verdade,
desisti de ficar revivendo o passado
e de me preocupar com o futuro.
Isso me mantém no presente,
que é onde a vida acontece.

Quando me amei de verdade,
percebi que a minha mente
pode me atormentar e me decepcionar.
Mas quando eu a coloco
a serviço do meu coração,
ela se torna uma grande e valiosa aliada.

Kim McMillen & Alison McMillen - Trecho do livro Quando me Amei de Verdade


14 comentários:

  1. Esse texto é simplesmente perfeito! Cada palavra, cada frase..tudo a mais singela verdade do que acontece quando nos amamos de verdade...

    ResponderExcluir
  2. Du,

    continuarei no Coisas viu.

    beijo!

    ResponderExcluir
  3. Du,

    É necessário que nós tenhamos amor por nós em primeiro lugar, para depois amar os outros, não é? E o amor por nós mesmos tem um poder impressionante, conforme você se expressa nesse poema.

    Gostei muito.

    Quando puder, dá uma passada lá no meu blog. Estou com saudades.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Ah, sim: bom feriado pra você e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  5. É lindo este texto né...
    Verdadeira inspiração!!

    Bjos e ótimo feriado..

    ResponderExcluir
  6. Texto lindo. Eu nunca cheguei a me amar de verdade. Aliás, eu até já comentei que nem sei o que é amar. Nossa, isso dá um poema!

    ResponderExcluir
  7. Oieeee!!!

    passando para conhecer o seu blog!
    deixando um oizinho!

    =D

    «♥»\(^_^)/«♥»\(^_^)/«♥»\(^_^)/«♥»\(^_^)/«♥»


    SILÊNCIO


    O silêncio é um momento vivificante de graça,

    em que a criatura se cala, mais o espírito fala.

    Calar sobre sua própria pessoa, é humildade

    Calar sobre os defeitos dos outros, é caridade

    Calar quando agente está sofrendo, é heroísmo

    Calar diante do sofrimento alheio, é covardia

    Calar diante da injustiça, é fraqueza

    Calar quando o outro está falando, é delicadeza

    Calar quando o outro espera uma palavra, é omissão

    Calar quando não há necessidade de falar, é prudência

    Calar quando Deus nos fala no coração, é silêncio

    Calar diante do mistério que não entendemos, ainda é sabedoria!


    ( desconheço o autor)


    «♥»\(^_^)/«♥»\(^_^)/«♥»\(^_^)/«♥»\(^_^)/«♥»

    ResponderExcluir
  8. Texto perfeitinho, cantinho gostoso.
    Sempre bom vi aqui.
    Um bjo flor... ^^

    ResponderExcluir
  9. ...e desisti de fazer planos!
    Que incrivel este poema; tô precisando ler mais!
    Oi, Du! Minha nossa, como o seu mundo doce está bonito. Este é um dos blogs que me fazem desistir da ideia de excluir o meu...rs Tão caprichado, agradavel...
    Quando nós nos amamos de verdade! É importante, né? A tarefa não fácil, é ardua... Comum amar (achar que ama) fulano, ciclano, coisas etc, e deixar de lado nós mesmos. Mas qd o dia de se amar a verdade, chega, a felicidade aparece e é de verdade. É uma alegria mais pura, mais real; diferente!

    Beijos, Du!

    P.S Tô sempre de olho nos seus twitters!

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto :) sempre entro no seu blog e admiro o que posta.Gosto de poemas, textos e frases que falam de amor e com certeza também de amor próprio.
    ;*

    ResponderExcluir
  11. Du, ame-se de verdade.

    ResponderExcluir
  12. Comprei e amei o livrinho. Vou postar e te linkar. beijooooo

    ResponderExcluir
  13. Passei para conhecer através da Fernanda Reali e adorei este texto é perfeito para leitura diária...
    Estou seguindo, quando puder passa para conhecer meu cantinho "Arte e Mimos" e se gostar me segue...
    Paz e Luz em 2012
    Bjcas
    Graça

    ResponderExcluir
  14. Passei para conhecer através da Fernanda Reali e adorei este texto é perfeito para leitura diária...
    Estou seguindo, quando puder passa para conhecer meu cantinho "Arte e Mimos" e se gostar me segue...
    Paz e Luz em 2012
    Bjcas
    Graça

    ResponderExcluir

^ Suba