Eu, por exemplo…

18/07/2011


No início parecia ser mais fácil falar sobre meus sentimentos, mas agora está complicado. Talvez porque o blog tenha crescido muito e acho que isto me intimida um pouco ou talvez pelo medo de ser julgada, incompreendida, sei lá... O fato é que hoje senti necessidade e não me importo com o que possam pensar de mim.
Eu queria dizer que sou frágil, choro muito e isto é incoerente com o que meus amigos pensam sobre mim. Ouço sempre deles que sou uma guerreira, que sou forte, que sou inteligente, que sou capaz de conseguir tudo que eu quiser. Só que eu não sou assim.

Se existe um poço de sensibilidade eu vivo dentro dele. Sou fraca demais. Eu não sei conviver com a perda. Não consigo aceitar facilmente mudanças e ultimamente tenho me sentido um fracasso total, em todos os campos da minha vida.
Estou deprimida e nunca me senti tão só. Mas quanto a solidão, a culpa é minha, confesso. Eu tenho essa mania besta de me afastar dos melhores amigos quando mais preciso deles. Me fecho numa concha como se fosse uma ostra... e também porque odeio o papel de vítima, detesto que sintam pena de mim...

E autopiedade pode? Claro que não. Todo mundo usa o mesmo clichê "existem pessoas com problemas muito maiores que os teus". Aí eu sinto todas as dores do mundo nas minhas costas sem sentir o direito de sentir minha própria dor. Mas por que não? Vocês me dão licença? Porque é isso que eu quero agora. Quero sentir minhas dores e descobrir o caminho de volta para a casa da alegria, porque é lá que eu gosto de ficar.

Não conheço ninguém neste mundo que goste tanto de viver quanto eu. Reconheço e agradeço a Deus todos os dias a dádiva da vida, mesmo que em certos momentos eu até duvide da existência Dele, mas mesmo na dúvida, eu agradeço por tudo, sempre.

O fato é que estou numa fase muito difícil... eu tinha um emprego que adorava, meu filho estava sempre perto de mim e eu tinha um amor que era como um pedaço de mim, que me apoiava sempre, do jeito que ele podia... Agora não tenho nada disso, perdi tudo de mais sagrado e choro todos os dias, porque eu quero, porque eu preciso, porque não vejo solução pra nada, porque eu sinto raiva...

Tá, eu sei que isso tudo vai passar, que a vida é como uma roda-gigante girando sem parar, mudando tudo sempre, que o tempo é o melhor remédio, enfim...

Hoje estou cansada, estou triste... e mesmo rodeada de gente, mesmo interagindo com meus amigos virtuais, estou me sentindo infinitamente só.

Por outro lado, tenho meus pensamentos, minhas boas lembranças, minhas esperanças e tenho a música que é minha melhor companhia, desde sempre. Tenho certeza que tudo isso que estou sentindo agora vai ser motivo de riso mais tarde, quando a vida mudar novamente seu curso, trazendo paz ao meu coração tão magoado.

Desculpem a carga negativa que deixei aqui com este desabafo, mas acho que me fez bem.

Obrigada a quem ler e compreender.


Clique para ouvir a música que me acompanhou neste texto.
Quando seu dia é longo
e a noite - a noite é solitária,
quando você tem certeza de que já teve o bastante desta vida,
continue em frente
não desista de si mesmo,
pois todo mundo chora
e todo mundo se machuca, às vezes...
(trecho de Everybody hurts)

16 comentários:

  1. ai ai... alguém tira todo esse estrogênio de dentro de mim pra não suspirar junto contigo e conseguir palavras de apoio?

    ResponderExcluir
  2. Oiee Du....bem primeiro to tentando adivinhar aonde é q tem q apertar pra ouvir a música....mas deixa pra lá depois eu descubro.
    Sempre costumo dizer que ninguém pode ter a dimensão da dor do outro,só sabe quem passa, e assim como dói em vc...cada um diante da sua própria dor pode compreender e através de uma palavra otimista tentar auxiliar de alguma maneira.Bem, então lá vai:PERSEVERE!!!no otimismo e no entusiasmo, mesmo que em seu íntimo se sinta, por vzs desfalecer ante a incompreensão daqueles que não comungam com as suas idéias;PERSEVERE na simplicidade de coração e humildade, na resignação diante dos momentos difíceis.Ponha em mente que tudo isto passa!!algumas coisas são transitórias, mas o que vc sente...seus amores, seus pensamentos, sua fé, suas esperanças, seus sentimento verdadeiro de amizade, isso sera eternizado na sua mente e no seu coração.Daqui a algum tempo ficará sempre alguns arranhões e cicatrizes, mas foi sinal que vc superou uma luta a luta sobre si mesma, sobre seus medos e inseguranças, as vzs é muito cruel pq dói demais, mas é justamente aí que esta a lição....está doendo pq estamos sentindo, senão estivéssemos sentindo nd, ficaria na mesmice, é isso que move o mundo e faz as pessoas sairem do seu mundinho que parecia perfeito pra enxergar um pouquinho mais além dela mesma.
    Então moça, levante a cabeça e contagie não só os outros com seu jeito especial de ser, mas deixe se contagiar, pq tds nós sem exceção estamos em construção!
    bjss no ♥
    Se cuida!!

    ResponderExcluir
  3. Concordo q não dá pra entender a realidade, o coração, o momento d outra pessoa.

    Q tb é fácil falar d fora, tentando "dar uma força", afirmando ( embora verdadeiras ) coisas do tipo: q um emprego é só um emprego, não é a pessoa toda. Q se é só pra sobreviver, existem n formas; q se é em relação ao crescimento profissional d um indivíduo, é ou deveria ser não mais q um detalhe tático substituível num plano estratégico pessoal d longo prazo; q Amores vem e vão, q o importante foi a "eternidade" eqto durou.

    Mas mesmo à distância é impossível não reconhecer q poucas coisas na vida nos dão o pleno direito d nos fazer cair em desespero, seja lá a forma pela qual este seja expresso.

    A morte da pessoa amada, é uma delas, a d um(a) filho(a), único(a) ou não, é outra.

    Não dá pra imaginar a dor d quem fica nestas horas, principalmente qdo acontecem ao mesmo tempo ou num curto espaço d tempo. Mto menos esboçar qq ode à criação d um sentido às coisas.

    Às vezes ouvir ou ler o relato d quem passou por isso ( http://www.wook.pt/ficha/o-ano-do-pensamento-magico/a/id/185225 ) ajuda.

    ResponderExcluir
  4. Du, não senti nenhuma carga negativa no post, e sim o desabafo de um coração sofrido louco para abrir asas e sentir o amor novamente.
    E quem disse que viver é fácil?
    Todos nós te amamos, e eu em particular, tenho um carinho muito especial por ti.
    Beijos garota!

    ResponderExcluir
  5. Du,

    Entendo bem quando diz que tem uma mania besta de se afastar, também sou assim e sofro por isso, mas o passar dos dias são, sempre, um bom remédio, que acalma e conforta, além de, inevitávelmente, trazer uma solução ao que tanto nos preocupa.

    Te desejo dias melhores, e um grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. Olá querida,

    os sentimentos por mais confusos q pareçam ser merecem toda a nossa atenção

    s conhecer para conhecer os outros....

    este é o ciclo...

    bjinhus

    Lelli

    ResponderExcluir
  7. Eu não sei bem o que dizer em horas assim. Em horas assim, sempre lembro da música do Frejat: "que ficar triste, que seja por um dia e não um ano inteiro" e depois, o complemento: "desejo que você tenha a quem amar e quando estiver bem cansado, ainda exista amor pra recomeçar".

    Um sorriso e um abraço!

    ResponderExcluir
  8. Pois é. Este é um sentimento que todos nós temos. Escrever sobre o que estamos sentindo, de certa forma, nos organiza.
    Parabéns pelo texto.
    Nem sempre, somos uma fortaleza, embora os amigos possam pensar assim.

    Beijos.
    Anny.

    ResponderExcluir
  9. Ow, Du, saudades do teu blog. Ai, eu queria poder te dizer algo sobre o texto... Mas eu juro, nunca li algo que fosse tão parecido com o que eu queria dizer e não consigo. Você parece ler almas, Du... Eu criei outro blog para tentar escrever novamente, mas só estou divulgando para as pessoas mais parecidas comigo, sabe? :) Então, lembrei de você. Se quiser dar uma olhada, o endereço é www.demasiadamente-humana.blogspot.com
    Que a sua tristeza tenha direito de existir, mas que tudo fique novamente calmo em breve :) Beijos :*

    ResponderExcluir
  10. Du, gosto você sabe que gosto muito de você.

    Chega uma hora. Aconteceu comigo quando no Diário de Iza em que a gente não sabe quais são os caminhos que tê mais luz e coração. Isso acontece por causa das sombras que que nos iludem.

    Eu não te disso que vá passar. Só desejo que você encontre o caminho de volta a felicidade. Assim, como antes te via.

    Desejo a todos os que gosto, que sejam felizes.

    Quanto ao isolamento, é típico das pessoas de escorpião.

    ResponderExcluir
  11. Estarei e estou sempre aqui minha filha.
    Respeitando sua vontade de ficar fechada.
    Palavras todos nós temos para te encorajar. Mas difícil e se colocar no seu lugar. eu como mãe, faço isso sempre e procuro ajudar por fora, sem me entrometer na vida dos filhos que tanto amo.
    Te amo muito e você sabe disso mais que ninguém.
    Que Deus esteja do seu lado e te guia pelo camiho certo. Ele sabe o que é melhor pra ti, briga com Ele mesmo Du, tenha uma conversa séria com Ele,é assim que Ele nos quer.
    Beijos, com saudades e sempre orando por ti.
    Não perca a esperança minha filha!
    Perdão por algo que deixei de fazer por você!

    ResponderExcluir
  12. Du, te conheço a pouco, mas adoro os teus textos, mesmo esse, que veio impregnado de SENTIMENTOS!
    uma coisa que anda meio esquecida ultimamente, as pessoas se escondem atrás de máscaras para não ter que sentir, e tu fez o oposto, abriu teu coração e colocou pra fora tudo o que te atrapalhava, agora é erguer a cabeça e olhar no entorno, bons sinais virão!

    Se teus amigos dizem que tu é forte, eles não mentiram porém, até os fortes são fracos as vezes! Eles também choram.

    Afastar-se até que é natural, precisamos ouvir os nossos próprios pensamentos, ouvir o que nosso coração diz!

    Te desejo muita sorte no futuro, perseverança pra enfrentar e calma pra decidir!

    Um beijo e muita luz no teu coração!

    ResponderExcluir
  13. eu acho que o comentário que a sua mãe fez é sem dúvida o mais importante...e é também um grande motivo de alegria!!
    a dor é sua e não é de mais ninguém...ah não ser dela.
    como mãe vc tb deve concordar com isso...
    às vezes não conseguimos deslumbrar quanta luz em nossos caminhos...brigar com Deus? Não!!! Ele sempre está do seu lado...pode ter certeza...se não consegues enxergar as pegadas dele...talvez ele esteja te carregando no colo!
    sinta sim a dor, chore, se isole se te fizer melhor, mas procure na vida motivos para sorrir...caminhos novos para trilhar...porque o que de mais importante há na vida senão estas tentativas, estes recomeços...mesmo que tirem tudo de vc...vc sempre carregará o bem que vc fizer á vc mesma e aos outros.
    Sinta-se VIVA!
    E vá me busca do que é seu...do seu direito de ser uma pessoa FELIZ!!!
    Não entregue nunca nas mãos de ninguém a sua felicidade...vc é responsável por ela!
    E nós estamos aqui para te ajudar!!
    :)

    ResponderExcluir
  14. Oi, Du!

    Agora entendi porque a Rô me disse que estava preocupada contigo!

    Já que, infelizmente, não tenho o dom de curar suas feridas, ao menos vim deixar minha presença! Quero dizer que te entendo e que tens todo direito de sentir sua própria dor!

    Fico aqui em Sampa na torcida que consiga sair mais forte disso tudo! Te amo, viu?

    Beijo!

    PS: Você não vai acreditar, mas enquanto escrevia este recado, a música aqui do seu post começou a tocar na AlphaFM!! E como sou também de escorpião, algumas lágrimas...

    ResponderExcluir
  15. Duzinha, espero que essa sensação desse dia que tu escreveu isso já tenha passado mais.
    E não se preocupe, porque as pessoas que vem aqui te ler e gostam de ti entendem perfeitamente e não te julgam.

    beijinho =*

    ResponderExcluir
  16. Anônimo21:57

    Me identifiquei muito com esse texto...me sinto assim tbm...sou assim,e por mais que eu tente mudar eu sempre acabo fazendo a mesma coisa...!

    ResponderExcluir

^ Suba