Mau uso de redes sociais atrapalha a vida de quem procura emprego

12/04/2010



O que você costuma publicar em seus perfis na internet? Quem são seus amigos, de quais comunidades participa e o que escreve nelas? Você é intolerante a alguma coisa? Saiu em fotos comprometedoras? Cuidado, toda a sua "vida online" pode ser levada em conta bem naquela hora em que você estiver participando de um processo seletivo. E aí, meu amigo, tudo o que publicou na rede pode depor contra e acabar com sua chance de voltar ao mercado de trabalho.
"Aqui nós monitoramos tanto candidatos como contratados. As redes sociais podem ser uma boa vitrine se usadas de forma positiva, mas, aqui no Brasil, parece que muita gente ainda não percebeu que usar a internet exige uma postura mais cautelosa", explica Celeste Boucinhas, sócia da Boucinhas & Campos Talentos Humanos, que cita um exemplo de mau uso da rede. "Uma vez aconteceu de um funcionário faltar alegando doença e publicar uma foto dele na praia", indigna-se.
Com o mercado cada vez mais disputado, é difícil encontrar um diferencial que coloque você a frente dos seus concorrentes. Também por isso, os recrutadores têm recorrido às mídias sociais para saberem mais sobre os candidatos. Sites como Orkut e Facebook, mais voltados a relacionamento, mostram um pouco da personalidade dos futuros contratados, enquanto contas no LinkedIn, por exemplo, mostram suas características profissionais. No entanto, é preciso saber utilizar tudo isso em seu benefício. Um pequeno deslize comportamental nessas páginas pode realmente dificultar sua vida no processo seletivo.

8 comentários:

  1. ... puxa, isso é sério mesmo?
    vixe... me lasquei todo então...

    Gleuber Militani
    Projeto Reticere

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, querida
    eu não levo estas redes sociais a sério, mas fico preocupado por ter gente que leva a sério e ainda monitora os outros. Que saco, né?
    Agora faltar ao trampo, alegar doença e ir pra praia?
    Aposto que foi um fofoqueiro invejoso que dedou o cara...sem noção.

    beijão do amigão

    ResponderExcluir
  3. Oi Du!!

    Eu concordo que as redes sociais podem dizer muito sobre a personalidade de alguém, mas nem sempre isso serve de demonstração para o tipo de profissional que essa pessoa será. Acredito que essa avaliação pode levar a prejulgamentos. Até porque muitas vezes essas redes como facebook, twitter, orkut, são usados para relações informais, para descontração, para amizade e não para exibir o currículo.
    Um beijo bem grande pra vc!!

    ResponderExcluir
  4. Verdade, por isso tomo cuidado com que escrevo na internet...
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Com certeza o mal uso das redes sociais pode implicar e muito na vida da pessoa. E no lado profissional principalmente. Certa vez estava assitindo uma reportagem que falava justamente isso. Uma empresa não contratou uma determinada pessoa porque ela participava de uma determinada comunidade do orkut que a comprometia.
    Devemos ser responsáveis em tudo, principalmente no uso das nossas redes sociais. A tecnologia nos aproxima e tbm nos afasta do mercado de trabalho!!
    Beijinhos pessoinha que amo e que estou morrendo de saudades!!^^

    ResponderExcluir
  6. Du,

    Certa vez, vi na TV um caso que pode servir como alerta: o rapaz havia acabo de receber a notícia de que seu currículo havia sido selecionado e aprovado. Ainda no corredor da empresa, ele, do celular, enviou um post no Twitter falando que iria trabalhar naquela empresa porque não havia outra alternativa. 30 minutos depois, seu futuro chefe ligou para dizer que ele não precisaria voltar para a empresa com a qual ele não havia se identificado.

    Du, obrigado pelas felicitações que deixou no meu blog. Obrigado também por fazer parte deste 2 anos de blog e de amizade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. As redes sociais, como qualquer coisa na vida, se não forem bem usadas podem ser prejudiciais tanto profissional como pessoalmente.

    =]

    ResponderExcluir
  8. Acredito que quem não se identificou com esse post é porquê tem muita coisa "doida" no seu perfil do Orkut, Facebook, etc...

    Penso que esse negócio de internet é muito sério. Se eu coloco que participo de comunidades de pedofilia e nazismo no meu perfil, como as pessoas vão me observar? É questão de pensar um pouco e imaginar que geralmente esses perfis virtuais são "espelhos" de nós mesmos. A diferença é que a gente pode escolher o que ele vai "refletir".

    ResponderExcluir

^ Suba