Espelho, espelho meu...

30/06/2010



Todos os dias ela acordava e não conseguia reconhecer o mundo a sua volta. Era como não fazer parte de tudo aquilo. Não reconhecia filhos, netos, nem o lugar onde crescera. Mas quando se olhava no espelho enxergava uma menina, uma criança cheia de vida, sorrisos e sonhos. O espelho era o único que não mentia. Era o reflexo de tudo o que levava na alma.

Vestidos coloridos, leves e cheios de vida. Unhas: Escarlate! Baton: Saudade! Maquiagem: Felicidade! Estava estampado em seu rosto e em seu corpo a vontade de sair e viver! Só que hoje ela usava preto da cabeça aos pés. Sabia que era segunda-feira e que o coração estava aos pedaços. As lágrimas que não caiam eram aquelas que já estavam tatuadas em seu rosto.

Ela sabia que seu mundo estava desabando, mas seus olhos no espelho diziam o contrário. A sua alma estava fingindo? Para quem e por que? Não havia sentido algum fingir para si mesma. Não.

Ela sabia que todos esperavam que ela estivesse arrasada e talvez fosse o mais coerente. Viver de acordo com os padrões propostos por uma sociedade hipócrita... E agora, como sair desta teia de sofrimento armada por ela mesma? Reagir... "Fale comigo, espelho... Deus, fale comigo!"

Não haviam respostas. As suas perguntas eram apenas ecos. À sua volta estavam monumentos humanos que não reagiam aos seus atos. Nem ela mesma conseguia reagir a tantas indagações. Precisava buscar dentro de si a beleza daquela maquiagem colorida de anos anteriores e que ela ainda via através do espelho. Não sabia ao certo quando ou onde tudo se perdera, mas em algum lugar do escuro dos seus dias atuais, haviam cores estampadas.

Reflexos de um um brilho perdido naquela segunda-feira chuvosa e repleta de sentidos. Sua alma transbordando em vontades nada expostas...


Este texto foi escrito por mim e por Suzana Martins - inspiração conjunta!

10 comentários:

  1. Du, foi um prazer escrever contigo!!! :D

    Que delícia reler esse texto!!!

    Beeijos, Lindona!!!^^

    ResponderExcluir
  2. Alma que só um corpo poderia conter...e olhe lá...

    Beijos mil, Du e Suzana!!!

    ResponderExcluir
  3. Dú,
    Estou trabalhando tanto e mesmo assim tive tempo para vir te ver...
    Adorei essa frase: "Precisava buscar dentro de si a beleza"
    Mto profunda ela, como todo o conto...
    Qtos não buscam dentro de si essa beleza e nada acham?
    Adorei o trabalho conjunto de vcs!!!

    bjão

    ResponderExcluir
  4. na união das mãos os corações se agigantam.

    beijos a vocês duas.

    ResponderExcluir
  5. Na verdade muitas pessoas procuram no espelho a beleza além da realidade, o reflexo de momentos passados ou de sonhos não realizados ...
    Quantas pessoas vivem sonhando acordadas diante do espelho, perdidas em pensamentos e indagações acerca do porque disso ou daquilo.
    Quantos homens e mulheres de todas as idades se surpreendem diante do espellho ao ajeitarem o cabelo ou retocarem a maquiagem, ou quando estão aplicando algum produto para suavizar a pele a fim de ficarem com a aparencia mais bela e sedutora do que a real.
    Olhar-se no espelho de vez em quando pode ser uma boa terapia, pois o espelho revela muito mais que as imperfeições da pele; revela a fragilidade da pessoa diante de si mesma ao se ver frente a frente com a sua imagem refletida.
    Na verdade o espelho surpreende as pessoas, pois lhes revela suas vaidades e complexos, trazendo lhes a lume, suas inseguranças e recalques, embora também estimule os cuidados a serem observados por aqueles que conseguem entender o seu recado silencioso e implacável.
    É nesse momento de literal reflexão que o espelho, eterno cúmplice da vaidade humana revela-se um grande amigo ou severo crítico, levando as pessoas a se olharem de frente, olho no olho e contemplarem suas realidades refletidas, da qual não podem se esconder !!!

    @DRLUIZAUGUSTO_

    ResponderExcluir
  6. Du e Suzana...

    Que texto lindo...
    Adorei o trabalho feito a quatro mãos..

    Bjus e façam mais textos juntas...a ciranda de vcs é muito linda!

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto, parabéns.
    Está na hora de despertar o coração.
    Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. O espelho nos mostra quem realmente somos. Que estamos ali diante dele, que estamos vivos e que podemos reagir ao mundo à nossa volta. Se estamos insatisfeitos, devemos ir lá e mudar tudo, afinal, de quem é a vida se não nossa?

    Beijos pras duas queridas, Du e Su! *_*

    ResponderExcluir
  9. Maravilhoso :-)

    duas poetas que admiro demais juntas e muito inspiradas :-)

    amei demais :-)!|

    beijo as duas Poetas lindas :-)

    ResponderExcluir
  10. Afinal, quem é reflexo de quem?

    Nós somos apenas o reflexo do passado.

    Ótimo texto.

    ResponderExcluir

^ Suba