Fragmentos de Marcelo Soriano (@euHOJE) #FelizAniversário

11/08/2011


Louquinha digita #micrônica: Ela (Elinha), com seus dedinhos de unhas lilás, catava milho no teclado do computador. Pianíssima. Não, melhor... Suas mãos eram como duas aranhas brancas, nuas, mansas, humanas... Com sapatilhas de verniz metálico... Mãos de dedos-perninhas professorinhas de jazz-sapateado, hábeis no tc-tc improvisado de louca-cyber-teclado-literatura.
Sabedoria Sexta-Feriana - Dois Homens: Não há diferença entre um grande homem e um pequeno idiota. O que os diferencia é a capacidade de medirem-se um ao outro. O idiota mede o grande pelo tamanho; o grande não mede, apenas procura enxergar.


#frases #amor
❤ O futuro da borboleta apaixonada é se transformar em casulo. ❤
❤ O amor é cego, porque acontece no escuro. ❤
❤ Enquanto o juízo não se decide, o coração já decidiu. ❤
❤ Se soubéssemos o final, nenhuma história de amor seria interessante. ❤
❤ Cegueira de amor requer braile corporal. ❤
❤ Se soubéssemos o final, nenhuma história de amor seria interessante. ❤
❤ Eram dois corações completamente desencontrados, mas na hora do gozo se alcançavam. 


Clausura: Para o cão que nasceu e cresceu dentro de um poço de luz, o horizonte é sonoro; o menor ruído que talvez se manifeste em distância incerta e desconhecida. E o céu é um retângulo que se alterna entre o preto, o branco e o azul. Sinto-me, certas horas, o cão no poço de luz...
Procuro: Sabedorias que desentortem meus pontos de interrogação.
Arf-Arf: Sexo sem amor é ginástica.
#FRASE para um Bom Dia: Tudo o que, porventura, tenha nascido antes de ti, chama Origem. O que vier depois, chama Horizonte. Mas, antes de qualquer coisa, nasce!
Ele e ela. Cumprimentaram-se longamente evitando os olhos. Mãos frias, como se já tivessem se modelado na argila doce do pecado.
O menino de rua não sabia ler, mas sabia escrever faz-de-conta no parabrisa do automóvel.
Para ler melhor o livro dos dias, o poeta fechou os olhos e escancarou o coração...
[O Operário] Trabalhador cansado. Braço forte nacional. Não temia almas penadas; só sentia medo do Departamento Pessoal.
[A Amante] Traída, decidiu dar uma de São Pedro... E fez chover M naquele dia feio...
O coração é uma casinha de cachorro onde cabem infinitos melhores amigos.
Auto-ajuda é a salvação da lavoura dos que não sabem plantar.
A gente inventa: Deus criou o sexo sem culpa, mas não dava prazer... Então, Adão e Eva improvisaram o sexo com maçã.
Poema Secreto: Eu te adoro de longe... E me aqueço neste sol... Quero ver-te... Ouvir-te... Como se fosses milagre real.
Mas a vida continua...



De repente,
POW!
(...)
Caiu a cortina.
O palco cedeu.
A plateia saiu.
O cenário encolheu...
O figurino sumiu.
A orquestra se foi.
A luz apagou...
De repente,
POW!
(...)
Sobrei eu.
Eu. Eu e eu.
O mundo morreu...
Restamos nós:
O talento, a comédia,
a tragédia,
O cara...
E a coragem.
De repente,
POW!
(...)

Marcelo, por ele mesmo:

Nasci numa madrugada fria e chuvosa de 11 de agosto, em Santa Maria, Coração do Rio Grande do Sul. Do alto de minhas mais de quatro décadas, ainda me sinto "o mesmo guri de sempre".Entre um intervalo e outro do curta-metragem da existência, encontrei-me com meu opressor Eu Poeta, que atua neste "imenso cenário de dementes" sob a alcunha de Yo-Hoy (heterônimo com origens castelhanas). Eu Hoje sou Yo Hoy, O ESCREVIVENTE, a personificação do meu próprio carpe diem.
"O Twitter oferece o álibi perfeito para os escritores superficiais." (@euHOJE)
"O Twitter é a santificação do bacanal eletrônico." (@euFRASE)
Todas as imagens foram retiradas do blog do Marcelo - Confiram!

2 comentários:

  1. Oi, DU.
    Por onde andas?
    Bjocas

    ResponderExcluir
  2. Agradeço a homenagem Dulce!

    Fiquei comovido. E chorão! :-))

    ResponderExcluir

^ Suba