Nem tudo o que a gente pensa e sente, é... nem tudo...

19/09/2010



Ele: Parece que é para sempre.
Ela: Eu me pergunto se ele ainda se importa.

Ele: Ela está melhor que nunca.
Ela: Eu não conseguia parar de olhar para ele.

Ele: Eu perguntei como as coisas estão indo.
Ela: Eu perguntei sobre a nova namorada dele.

Ele: Eu a escolheria entre qualquer garota que eu esteja agora.
Ela: Ele provavelmente está feliz agora.

Ele: Eu não podia vê-la chorando.
Ela: Ele não podia se quer olhar para mim.

Ele: Eu falei que sentia falta dela.
Ela: Ele não quis dizer isso.

Ele: Eu quero dizer isso.
Ela: Ele não quer dizer isso.

Ele: Eu a amo.
Ela: Ele ama sua nova namorada.

Ele: Eu a segurei pela última vez.
Ela: Ele me deu um abraço amigável.

Ele: Então eu fui para casa e chorei.
Ela: Então eu fui para casa e chorei.

Ele: Eu a perdi.
Ela: Eu o amo.

Vi aqui e isso me emocionou muito, sabe Deus por que...


4 comentários:

  1. Duzinha querida. Me identifiquei demais com este texto. E não exatamente nesta situação, neste contexto, mas em todo contexto de minha vida. Muitas e muitas vezes, acreditam que as pessoas pensavam uma coisa e elas estavam pensando outra.

    Te adoro, aos baldes.

    ResponderExcluir
  2. Poxa, que triste!

    Por que tudo é tão complicado assim, né?
    É exaustivo.

    Foi bom ler. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Du, infelizmente isto acontece tanto...

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. É... eu sinto isso!!!

    Beijos....

    ResponderExcluir

^ Suba