Para um anjo com asas de cristal - @fbbraun

08/11/2010


Ventava muito naquele dia
mas medo, ela não tinha
nasceu do vento, era parte dele
era como um amante
como um prenúncio de liberdade 

Aliás, ela deveria ter nascido com asas
para com o vento voar,
mas como, se é um ser humano disfarçado de anjo?
Uma pena, pois só os  privilegiados
podem ver suas asas do mais puro cristal.

Asas reveladas no sorriso de criança
na maneira de falar com tanta pressa, dispersa...
Asas que estão no olhar de menina romântica
que estão na alma que não cansa do silêncio que canta.

Tudo culpa do vento, que toma todo seu tempo...

Não, ela não sabe voar com o vento
mas alça vôos imensos através das palavras
das entrelinhas, das reticências, das adjacências do amor,
nas causas da dor.

Tudo está onde deveria estar, tudo no seu devido lugar
e mesmo que ela ainda não saiba, não precisa voar, 
pois tem o vento no seu tempo de dentro.

Na escuridão da noite, 
no brilho das estrelas, na magia da lua
ela é anjo, ela é catavento, ela é farol,
faça chuva ou faça sol.

(Meu Poema para Flávia Braun)


Visite o blog Palavras ao Vento >>> Siga no Twitter: @fbbraun

5 comentários:

  1. Du....
    Eu to chorando agora, escrevendo pra ti..
    Chorando de emoção, com essas palavras lindas que tu escreveste, parece que sabes ler minha alma...
    Sabe quando a gente fica sem palavras ... pois é! Fiquei paralisada!
    O que posso dizer além de que tu foste um achado na minha vida, uma amiga de ouro, que só me faz ter vontade de poder fazer parte da tua vida e te ajudar sempre que precisares, e mesmo quando não precisares?
    Que gostaria de poder escrever coisas lindas pra ti, mas que não sei se um dia chegarão perto da beleza que és?
    Tu me deixou muito emocionada, de verdade.
    Eu adorei, adorei, adorei tudo!
    E essa música, é a que mais amo!
    AHHH DU, EU TE AMO DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO
    Podes sempre, sempre, sempre contar comigo!
    "Somos anjos de uma só asa: somente abraçados podemos voar" .... lembrei desse verso...acho que se encaixa muito aqui, minha amiga-anjo!
    Beijos no teu coração de ouro!

    ResponderExcluir
  2. Pois é, Flávia!! Eu que não sou o homenageado fiquei emocionado. Realmente, assim que ela me pediu pra ler (estávamos ao telefone) achei o texto do poema maravilhoso. Parabéns por ter cativado nossa querida Moça! Parabéns por merecer tão bela forma de carinho!

    Beijos, Meninas!

    ResponderExcluir
  3. Eu estou super emocionada só de ler!

    A Du tem esse dom, mesmo, de envolver a gente em palavras e sensações únicas!

    Linda homenagem, certamente a Flavinha merece muito!

    Uma das poesias mais lindas que eu já li!!!

    Beijos, com carinho, às duas!
    Viva o afeto!

    ResponderExcluir
  4. Eu sempre achei as declarações de amizade, absurdamente, lindas... Ainda mais vindas de quem tem alma tão sensível como você, Duzinha!!

    Eu sempre digo pra nossa amiga-anjo-poeta-menina... "Você tem sentimento pra um mundo inteiro..." E existe outra saída que não amá-la? Se tem, não quero descobrir... rsrs

    Beijos, meus amores!!

    ResponderExcluir

^ Suba