29 de jun de 2013

Fala sério… alguém aí já levou um fora tão lindo assim?

Eu achava que estava apaixonada… mas depois de um silêncio que parecia infinito, um abraço do mais puro amor fraterno e as palavras dele, escritas como num sussurro:
Imagem daqui


"Tá, eu te amo 
mas não quero que você se magoe mais. 
Vamos por um fim nisso. 
Você segue seu rumo independente de mim 
vive suas emoções 
suas ilusões 
suas desilusões 
suas paixões e aflições... 
Só te exijo que continue me amando 
assim como me ama, 
mas não precisa ser amor de cama 
nem amor sacana 
pode ser amor assim de amigo 
daqueles em que se esquece o próprio umbigo... 
Chega de poesia, você entendeu..."


Foi um fora bem poético, não? Wink 
E o mais engraçado é que ele nunca gostou de poesia...

Isto aconteceu há alguns anos, hoje ele está até casado e tem uma filha linda, mas somos mais amigos do que nunca! Ele é alguém que eu admiro muito, principalmente pela sinceridade e confio acima de todas as coisas. Alguém que está sempre pronto pra me abraçar, ajudar seja como for e segurar na minha mão, mesmo morando a milhares de km, ele mora no meu coração e eu do dele, com certeza!

Meu amigo, meu querido amigo. Amo você, pra sempre. 

"Você significa pra mim, o que eu significo pra você"... como diz na música!

Fala sério… alguém aí já levou um fora tão lindo assim?
Open-mouthed


Republicando com os comentários originais, porque dele e de todos os amigos que tenho, os de verdade, eu sinto saudades todos os dias, mesmo que alguns estejam de alguma forma ausentes fisicamente, estão presentes na minha vida, sempre!

18 comentários:

  1. Que belo poema que transforma um grande amor em uma grande amizade. Muito bem! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Um fora assim eu queria pra mim!!

    O importante é amizade!!^^

    Beijinhos Duzinha que amo

    ResponderExcluir
  3. Não chego a querer um fora assim, pq fora ninguém quer. Mas este rapaz merece a sua amizade pq é íntegro , se importa com você e, principalmente, ...é poeta!

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Ah, foi bonitinho, mas, se fosse comigo, doeria do mesmo jeito. Acho que até desejaria que ele terminasse por telefone, só para eu poder ficar com raiva. Do jeito que ele fez, não deu nem essa chance ;)

    Beijão Du.

    ResponderExcluir
  5. Muito legal, Du! Quem não gostaria de levar um fora assim, né? A pessoa se importa e isso é ótimo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Du, querida...

    Fico me colocando na pele desse homem e imagino como deve ser difícil dar o fora em uma pessoa especial como você!

    Era o mínimo que ele poderia fazer... e foi o máximo, amei!

    Tudo com poesia fica muito mais lindo!

    Beijos, queridona!

    ResponderExcluir
  7. Du, eu acho que a pessoa que fez isso tem para com você um carinho que muitos dos supomos ser nossos amigos não têm.

    Sinto que com este lindo poema qualquer mulher deveria se sentir liberta de uma relação amorosa não correspondida.

    Eu mesma, com este meu jeito louco de ser. Ora estou uma onça, ora estou passiva, tenho muito medo de magoar, muitos dos poetas que nos seguem pelo twitter.

    Ainda não levei um fora assim, mas prefiro mil vezes "uma verdade cruel do que uma mentira com sabor de mel" E olha que esta verdade que está no poema que escreveram para você, é, sem dúvida, uma verdade com sabor de mel.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Colocado desta maneira até dá vontade de levar um.

    Muito bom, Du

    ResponderExcluir
  9. Oi, Du.

    O úlitmo fora que levei ele mandou dizer através de um amigo que "quando estou interessado, eu vou atrás".
    Chorei por uma semana (e de quando em quando ainda choro).
    Somos amigos ainda, mas, se tivesse levado um fora como esse que você levou, acredito que choraria de alegria e não de tristeza...
    Você é um Ser Luminoso com Amigos tão Luminosos quanto.

    Beijos mil, Du!!!

    ResponderExcluir
  10. Esse rapaz é um grande homem.
    Foi honesto para com você, foi tão amável que não deixou formas para se ter raiva ou qualquer sentimento típico de quando levamos um fora.
    Foi doce porque te mostrou que também te amava, embora amasse de forma diferente e que você era especial para ele. Assim como hoje ele é para você.

    Isso também é história de amor e essa é belíssima, por sinal.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Esse rapaz é um grande homem.
    Foi honesto para com você, foi tão amável que não deixou formas para se ter raiva ou qualquer sentimento típico de quando levamos um fora.
    Foi doce porque te mostrou que também te amava, embora amasse de forma diferente e que você era especial para ele. Assim como hoje ele é para você.

    Isso também é história de amor e essa é belíssima, por sinal.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Du eu já vi histórias (até a minha) que surgiram de uma grande amizade e se tornou amor, mas dessa forma, nossa... quase choro! queria eu ter um amigo desses... pra vida toda!

    Beijo Du.

    ResponderExcluir
  13. Um belo fora para permanecer dentro.

    Rs!

    ResponderExcluir
  14. hahaha
    Acho que eu já tinha lido esse poeminha do término.
    Tu não postou outra vez?
    Gosto muito. Vou até subtrair e postar lá no Um Pouco de Bossa.

    =*

    ResponderExcluir
  15. kkkkkkkkkk eu penso o seguinte, se eu levasse um fora desse pensaria que ele tem problema para indentificar o sentimento sublime que é o amor, e confundio com amizade, pois deve achhar que amor é a tal paixão, ou por outra pensaria que ele não tinha tesão por mim, e se não tem tesão como manter uma relação? ai já era mesmo vira amizade :D

    ResponderExcluir
  16. Nossa, do céu!
    Esse texto, logo agora, logo nessa minha fase. Que lindo, Du.
    MINHA CARA!!! Já passei por esses foras duas vezes. DUAS VEZES.
    Tanto amor e esse fora.. tão lindo. rsrs

    Bjs, meu bem. Lá vai a gente se identificando nos textos, hein?

    ResponderExcluir

  17. Ao menos foi um fora com delicadeza, sem falsas esperanças,
    Ficou um amizade !

    Bjs da Célia.

    ResponderExcluir

 

a moça do sonho Template by Ipietoon Cute Blog Design and Waterpark Gambang