#AniversárioCazuza ~ Das tripas, coração! by @lobaoeletrico #fragmentos

04/04/2011


Em forma de música, uma emocionante homenagem do Lobão ao seu amigo Cazuza (que faria hoje 53 anos), mas que serve muito bem para qualquer pessoa que sente falta de alguém e que espera encontrar esta pessoa algum dia...



Fragmentos de Cazuza
O amor é o ridículo da vida. A gente procura nele uma pureza impossível, uma pureza que está sempre se pondo. A vida veio e me levou com ela. Sorte é se abandonar e aceitar essa vaga ideia de paraiso que nos persegue, bonita e breve, como borboletas que só vivem 24 horas. Morrer não doi.
Você está vivo. Esse é o seu espetáculo. Só quem se mostra se encontra. Por mais que se perca no caminho.
Cantando agente inventa. Inventa um romance, uma saudade, uma mentira... Cantando a gente faz história. Foi gritando que eu aprendi a cantar:sem nenhum pudor, sem pecado. Canto pra espantar os demônios, pra juntar os amigos.Pra sentir o mundo, pra seduzir a vida.
O nosso amor a gente inventa pra se distrair e quando acaba, a gente pensa que ele nunca existiu.  
Tenho amor incondicional pelas pessoas que entram em minha vida e sinceramente, não sei o quanto isso é bom nos dias atuais. Talvez esse seja meu pior defeito.
Não adianta desperdiçar sofrimento por quem não merece. É como escrever poemas no papel higiênico e limpar o cu com os sentimentos mais nobres. 
Se você achar que eu tô derrotado, saiba que ainda estão rolando os dados... Porque o tempo, o tempo não pára!!!
Como é estranha a natureza morta dos que não tem dor. Como é estéril a certeza de quem vive sem amor...
Olhe o mundo com a coragem do cego, entenda as palavras com a atenção do surdo, fale com a mão e com os olhos, como fazem os mudos!
Tem o certo. Tem o errado. E tem todo o resto.  
Ao contrário de todo mundo, que fica se ressentindo 'porque ela me deixou, não sabe o que perdeu', eu não tenho medo de dizer: Eu é que fui covarde e babaca. 
Qualquer droga faz mal. Eu acho que a maconha faz mal, a cocaína faz mal, álcool faz mal, mas eu...não posso causar mal nenhum a não ser a mim mesmo.   
O meu amor agora está perigoso. Mas não faz mal, eu morro mas eu morro amando.  
 A vida é tão desconhecida e mágica, dorme às vezes do seu lado...calada.
Até nas coisas mais banais, pra mim é tudo ou nunca mais.
Transformam o país inteiro num puteiro, pois assim se ganha mais dinheiro.
As vezes te odeio por quase um segundo, depois te amo mais. Teus pelos, teu gosto teu rosto, tudo, tudo que não me deixa em paz!
Tudo é possível no amor.  

[Frases retiradas das músicas do Cazuza e a imagem do Google]

2 comentários:

  1. Parabéns pela postagem!!! Estou seguindo o blog.

    ResponderExcluir
  2. O Cazuza era de uma intensidade, voracidade pela vida contagiante. O tesão dele por tudo, fez com que nos presentasse com músicas/letras maravilhosas. Falava com propriedade sobre o amor e relacionamentos.
    beijo

    ResponderExcluir

^ Suba