Para quem eu sempre vou amar, onde estiver.

15/06/2011



Procuro despir-me do que aprendi
Procuro esquecer-me do modo de
lembrar o que me ensinaram,
E raspar a tinta com que
me pintaram os sentidos,
Desencaixotar as minhas
emoções verdadeiras,
Desembrulhar-me e ser "Eu"

[Alberto Caeiro]

Imagem e poesia retiradas do blog da minha mãezinha que conheci de modo virtual mas que se tornou real quando fui a São Paulo especialmente para conhecê-la! E hoje é aniversário dela. Eu queria deixar registrados aqui o meu afeto, o meu amor e a minha gratidão, e dizer que distância nenhuma será capaz de apagar aquelas lindas lembranças da minha alma, jamais!

Te amo mãezinha, FELIZ ANIVERSÁRIO!



3 comentários:

  1. Só você mesmo filha do coração. Muito obrigada por seu carinho e amor de sempre e sempre!
    Te amoooooooo e moro de saudades!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, parabéns às duas.
    um beijo
    oa.s

    ResponderExcluir
  3. Que lindo Du! Sempre me comovo com seus escritos!

    ResponderExcluir

^ Suba