Sobre relações virtuais e reais. Quem se importa?

22/08/2011


Hoje em dia é muito mais simples e fácil que uma pessoa tenha acesso a um computador e às Redes Sociais, que continuam a crescer de modo considerável, já que adeptos é o que não faltam. Eu já tive Orkut umas três vezes, deletei todos e desisti de vez. Depois do Orkut, descobri o que era ter um blog e me apaixonei pela ideia de escrever tudo o que sentia e ainda ficar trocando templates como se não houvesse amanhã, era uma alegria para mim ver meu blog de "cara nova" quase todos os meses, parecia uma doida! 

E lá se vão quatro anos como blogueira e três anos de "a moça do sonho". Meu primeiro blog, o Norte, acabei deletando porque achei que seria o melhor a fazer na época, por uma questão de caráter (que foi entendida por poucos) mas enfim... Isto durou poucos dias, logo o Norte voltou com um layout feito exclusivamente para mim, pela Juliana Freitas e está lá até hoje, nunca mais tive vontade de trocar porque é simplesmente lindo, decidi que ficará sempre assim. Só que o Norte depois de tudo o que aconteceu perdeu o sentido de "ser", não tinha vontade de escrever mais nada ali... até tentei, mas resolvi transformá-lo num blog exclusivamente de poesias, minhas e de outros autores. Então, numa conversa com a Juliana, resolvemos juntas, criar este blog. Foi difícil encontrar um nome, mas como a Ju AMA o Chico Buarque, logo lembrou do nome de uma música que tem tudo a ver comigo "A moça do sonho", então estava decidido.

O template troquei várias vezes até encontrar este da Ariane, que já está aqui há uns dois anos e ainda não tive vontade de trocar, pelo menos não encontrei outro mais bonito! Então (novamente a Juliana Freitas) me apresentou o Twitter, isto há uns dois anos... lembro que na época eu não queria entrar lá de jeito nenhum, não entendia, não achava graça nenhuma naquilo, até que ela me convenceu e confesso, viciei MESMO. Foi bom, ali encontrei pessoas que hoje são muito importantes na minha vida, muitos já tive o prazer de conhecer pessoalmente, inclusive viajei pra isso e foi uma das melhores viagens da minha vida, um final de ano inesquecível com a Pat e a Ana Bia. Hoje elas nem usam mais o Twitter (assim como eu mesma já pensei em sair definitivamente), mas acho que ainda não chegou o momento (mas confesso, sinto que falta pouco pra isto acontecer).

Hoje navego também pelo Facebook, no início com a única intenção de divulgar o blog... agora já comecei a gostar da "brincadeira" e lá, (re)conheci e (re)encontrei a pessoa mais importante da minha vida "virtual" no momento, porém nenhuma rede social é tão importante para mim como este blog. Algumas coisas que escrevi acima, muita gente que me conhece já sabe, mas muitos vão ficar sabendo agora. 

Então eu quero aproveitar este momento para dizer que eu sempre fui "eu mesma" em qualquer rede social. Nunca usei fakes para disfarçar minha identidade, nunca tratei ninguém virtualmente, de forma diferente do que trato, pessoalmente. Mas o que tenho sentido e visto por aí, não é nada estimulante a continuar participando, tanto do Twitter como do Facebook. O único lugar onde me sinto "em casa" ainda é meu blog. Não fosse pelos meus amigos leais e verdadeiros, já teria deixado o Twitter no ano passado (foi um verdadeiro inferno pra mim, sem exageros). 

No Facebook não está sendo diferente. As máscaras podem custar, mas acabam caindo e revelando as verdadeiras intenções por trás das palavras de quem escreve "gentilezas". O que estou falando, é o que estou sentindo no momento. Decepções inesperadas, com pessoas que eu gostava. Hoje estou triste mas sei que vai passar. Até quando o Twitter e o Facebook vão durar na minha vida, eu não sei. Mas não importa, o que importa mesmo é que eu fique bem e que passe a dar mais atenção a este blog, porque foi e é o lugar onde encontrei as pessoas mais verdadeiras, meus irmãos de alma, pra vida toda.

Decidi que chega de decepções tanto no mundo virtual, como no pessoal/real. Pelo menos quero evitar.
O que importa para mim e sempre importou foi a VERDADE, seja onde for. 

[Du]

Imagem do Blog da Loba Muito Cruel

16 comentários:

  1. Vou dizer que já andei percebendo mta coisa (tua, rs) por aí. Nem preciso ser mto inteligente para entender o que está acontecendo.

    Aliás, não entendo. Muita gente não há de entender tb, porque, por mais que tentemos, não nos cabe mto além disso.

    Porque o deleite é básico: tu vive e a gente torce.

    Beijos meus e da Lore.

    ResponderExcluir
  2. Acho que se uma pessoa quer falar e expressar em redes sociais, a pessoa tem que ser também como é na vida real, pois isso causa problemas, e vemos a pessoa como e "duas caras". Queria entender essas pessoas que se escondem por trás de fakes, mas creio que era pra isso mesmo, como forma de se protegerem das pessoas...

    ResponderExcluir
  3. Guria... mas bah tchê, foi isso que coloquei no Blog e alguns não entenderam. E sou assim qdo estou com vontade explico qdo não... deixo passar.

    Muito fake e muita mentira que loucura.

    Não falo só do Blog mas do mundo virtual. Doidera mesmo.

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Du, minha Du... me vejo sempre em tuas palavras e nessas de hoje mais do que nunca, cansaço me define, em todo os âmbitos... por que as pessoas complicam tanto?

    Só sei que o resto não importa, e estarei contigo prá onde vc for ;o) Adoro o blog, você e tuas palavras que muitas vezes são minhas também.

    Você é uma pessoa, doce, especial como poucas. Não dê atenção à isso, embora seja difícil porque a gente se machuca.. ainda mais num meio em que a maioria das relações são pautadas por algum tipo de interesse. Mas é preciso superar, no meu caso, em silêncio, aprendi que não se dá pérolas aos porcos.

    Beijos amiga e fique bem, te adoro demais ♥

    ResponderExcluir
  5. Du, cada palavra que escreveu é como se tivesse lendo meu coração.
    Estes ultimos dias não foram fáceis, a vontade é de sair "revidando" todas as asneiras que tenho lido por ai, mas da minha vida real, sei eu! E não vale a pena descer ao nível de gente mal amada e invejosa. Pq só isso define.
    E a verdade sempre aparece, hora ou outra ela vem e esfrega na cara a realidade que incomoda tanta gente
    Espero que pra ti e pra mim, muita paz no coração.
    Bj
    KK Pache

    ResponderExcluir
  6. Entre twitter e facebook, estou preferindo o segundo, porque o twitter virou uma rede social fast food e bastante superficial. Quem passa o dia por lá, se sente no direito de ditar regras e sinceramente, quem não trabalha com mídia social e está lá para procrastinar, assume um personagem muito alcoviteiro e alguns para "se mostrar" passam a ter atitudes que não são próprias delas. Já "estranhei" pessoas que achava conhecer e por isso parei de seguir.
    Assim como você, o lugar que me sinto em casa é o blogue e mesmo nele estou sem tempo para postar, fazer pequenas mudanças, que dirá "mudar template" :) Bons tempos! Vai dizer que não? Antes a gente blogava com mais ingenuidade e não haviam tantos "sanguessugas".
    Mesmo com o tempo curto, tento manter os vínculos que fiz neste tempo, mas é complicado! As pessoas não entendem que você não tem tempo para comentar nos blogues, por exemplo.
    Não deixei o twitter ainda porque lá estão os ex-blogueiros, amizades antigas que fiz. Ainda acredito no virtual, porque como escrevi no texto "Cérebro virtual, amigo ou inimigo?" - O virtual não é o oposto ao real e sim o oposto ao atual - é o lado abstrato deste mundo real e no caminho para a realização.
    O virtual é o começo de tudo. Vai dizer que o pensamento não é objeto virtual?
    Espero nunca te decepcionar ;) Beijus,

    ResponderExcluir
  7. Du...eu te amo real e virtual! minhas lágrimas estão pulando...beijo

    ResponderExcluir
  8. Du, querida...

    Conheço poucas pessoas tão verdadeiras e sinceras no mundo virtual quanto você!

    Que bom ter a honra de te encontrar pelo caminho...

    Parabéns por ser o que é!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. Lu, também saí do Orkut, estou com o twitter e com o blog. Das redes sociais, me dei melhor com o blog, é que me identifiquei nessa esfera que tem por princípio a criação de histórias. A minha criatividade está funcionando e gostei do seu texto. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  10. Oie Querida,

    Seu texto reflete minha opinião...eu ando muito com vontade de parar tudo.

    O Blog é o único lugar onde me sinto bem... e o twitter hoje é o lugar onde eu tive decepções enormes e que me magoam até hoje, pessoas fúteis que fazem da fofoca armas pra magoar e ferir.

    Sinceramente...eu ando procurando uma vizinhança pra pessoas como eu que ainda acreditam no blogueiro de antes....sabe...sou da epoca do ICQ e emu primeiro blog era no SPaces amava.

    procuro uma vizinhança nova pra me fixar...gente valorosa... tem vaga por ai?

    Rssss

    Ah sou amiga da Tays Rocha, a ruiva sexy....ela e eu sabemos como são as coisas nesse mundo... bjo

    ResponderExcluir
  11. Oi Du,comecei a te conhecer agora,não desista não, sabia que vc tem me ajudado abessa? Um recadinho aqui, um recadinho ali, um bom dia ou uma boa noite e o seu carinho tem me ajudado nessa fase não muito boa que eu estou passado, vc tem um jeito de se expressar que me contagiou...
    Não sei o que se passa contigo mas enfim vc está sendo muito importante para mim e prá onde vc for eu vou, onde vc estiver eu quero estar!
    OBRIGADA..

    ResponderExcluir
  12. Querida Du

    Sinto muitíssimo que estejas passando por estes problemas. Espero que sejam resolvido logo e que você retorne à sua paz de espírito, expressadas com beleza e suavidade em cada post do seu blog Moça dos Sonhos.
    Muitos bjussss de luz pra ti.
    Sil

    ResponderExcluir
  13. Du,

    As vezes cansa mesmo, e a gente fica á se perguntando o porque de insistir. Por isso é tão bom ter cantinhos onde se refugiar, como aqui no "Moça", e ver que ante todas as máscaras que existem por aí, temos alguém de alma sincera.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Passei pra deixar um abraço do lado de cá desse imenso chão.
    Claro também para deliciar-me com esses textos tão verdadeiros.
    Bjs no coração

    ResponderExcluir
  15. Du, minha querida, para mim tbém aquele fim de ano no Rio foi uma das melhores viagens da minha vida! Vc e a Pat se tornaram tão especiais pra mim... ñ estou mais no Twitter, mas vira e mexe venho aqui, dar uma lida no teu blog que adoro! Bjo enorme com MUITA saudade!! Ana Bia

    ResponderExcluir
  16. "...uma senhora decidiu visitar o ateliê do pintor Henri Matisse (1869-1954). Pôs-se a olhar para um de seus retratos, e a certa altura revelou-se incomodada, comentando:
    ― o braço desta mulher é comprido demais. Ao que Matisse respondeu:
    ― a senhora está enganada, isto não é uma mulher: é um quadro.".

    e as redes sociais, antes de serem redes, são sociais(signo bastente empregado na vida real), talvez, por isso; as mascaras. todos temos uma... a sociedade exige esse jogo.

    uns entram nessa e outros não. fico feliz em ver que a segunda escolha ainda é a mais importante para os leitores e para autora deste espaço.

    ¢|:O)

    ResponderExcluir

^ Suba