(para)fraseando

23/02/2012

O bom de escrever frases curtas no meu Twitter, é que quando falta inspiração pra escrever aqui, pego de lá e fica #tudojuntomisturado


A gente aprende a (con)viver sem (des)merecer... 

Apesar de tudo (e TUDO é um buraco grande no meu peito onde cabem muitas histórias) eu acredito no amor. Por ele vivo. 

A felicidade é um passarinho que voa no meu caminho, fica pra me fazer companhia e vai embora outra vez. Pousa a volta! 

No seu jardim, serei o chão e a água que da chuva que cai, para te fazer crescer em flor, viva-cor... 

O que me entristece mesmo no mundo (e não é em vão), são as pessoas sem coração. 

Posso machucar minh'alma e meu coração, mas usufruo de vistas e sentires diversos que outros não... 

Quantas mãos dadas serão necessárias para percorrer o caminho da evolução? Comunhão é a palavra. Todos... ou nada! 

Quando o coração era lua encoberta, se fez pó, ferida aberta, estrelando só... 

Eu não sou mais uma aquarela de cores perdidas, hoje tenho a tinta de todas as vidas - O amor é cor(ação). 

O mundo parece às vezes girar ao contrário, mas ele gira indiferente, eu sei... a nós-cegos-sós. 

Eu sei das estradas longas e seguras mas, nao sei por quê, sigo fiel aos atalhos... 

Sou arco-íris no teu pensamento, chego pelo vento... 

Era só um minúsculo e insignificante pedacinho de céu, mas cabia um mundo inteiro dentro dele. O meu. 

Bonito mesmo é teu tato em meus sentidos... 

Meu verbo é conjugar amar. 

Palavras gentis são como perfume pra alma. O contrário é recíproco.

Imagem daqui e daqui




3 comentários:

  1. Olá Du! Em especial a primeira, e a antepenúltima são certerias ;)

    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  2. Muito bonitinho: seu passarinho azul é um pequeno poeta! Não sou muito de Twitter (nem de Face, nem de nada; mal de blogue, só porque nele escrevo de verdade), mas minhas "tuitadas" não são nem de longe cheias de graciosidade como as suas (acho que a minha última de lá foi "A Mangueira é mesmo f...")! Abração, menina-relicário!

    ResponderExcluir
  3. Tá vendo?
    Quem escreve tão bonito não precisa citar Clarice, que é uma chata, vamo combinar.

    Adoro tu, coisinha.

    ResponderExcluir

^ Suba