Perdoar ou pedir perdão?

21/03/2012


Eu acho que pessoas imaturas tem sérias dificuldades de perdoar alguém que, por alguma razão, magoou-as. Na verdade, o ato de perdoar envolve uma série de exigências, como a aceitação das diferenças e das limitações humanas, a gratidão pelo objeto amoroso e o reconhecimento de que, de alguma forma, ainda que minimamente, contribuimos para que o outro agisse da maneira que agiu.

O verdadeiro perdão, aquele que marca pra sempre a vida do que perdoa e do que é perdoado, é típico dos indivíduos bondosos e capazes de se colocar no lugar do outro.
Mas será que pedir perdão é mais fácil?
Não será esta a condição indispensável para obter o perdão?

De fato, não faz sentido falar em perdão quando não existe o outro que demonstra claramente o desejo de ser perdoado. Portanto, a grandeza do gesto de quem perdoa é proporcional à grandeza do gesto de quem pede perdão. Essa proporcionalidade é que indica a existência do amor entre as duas pessoas envolvidas.
É o que penso.

[Du]

^ Suba