Felicidade, é.

31/05/2012



Fiquei pensando um pouco sobre as agruras que a vida nos apresenta e que geralmente são fruto de nossas escolhas.
Acredito que perceber isso, é um avanço e talvez a possibilidade de ainda ser feliz.
Para ser feliz, é preciso tão pouco. É necessário ter prazer pelo simples e verdadeiro e acima de tudo estar em harmonia e sintonia com nossos pares. É criar a possibilidade de saborear arroz com feijão, com um fio de azeite de oliva, em um ambiente acolhedor e rir de prazer.

Ser feliz é saber compartilhar o que há de melhor em nós sem receios e com a certeza da reciprocidade
e também permitir que o destino conspire a nosso favor
e possibilite expectativas e perspectivas jamais esperadas, talvez, sonhadas.

Ser feliz é encontrar significados de afeto nos pequenos cuidados com o outro.
É também poder revelar-se.
E encontrar no outro a escuta atenta as nossas dores.

Ser feliz é poder vislumbrar outro momento de vida
mesmo, que para isso tenhamos que começar de novo
ou recomeçar!

Ser feliz é poder acreditar que merecemos uma chance de novas escolhas.
É partilhar o riso e o pranto,
é abrir o coração para reencontros com antigas paixões.

Ser feliz é poder ser cúmplice, respeitar e admirar o outro.
Enfim, ser feliz só depende do nosso querer ser!

3 comentários:

  1. De certo, "ser feliz depende do nosso querer ser", muito bem dito. abração!!

    ResponderExcluir
  2. passando pra lhe desejar uma linda semana!

    um beijo!!

    ResponderExcluir
  3. Que você tenha uma ótima semana também, Mariana! Obrigada, beijo :D

    ResponderExcluir

^ Suba