30 de mai de 2012

Poemando: Intensamente


Intensamente

Como a mais límpida das águas
na pureza dos sentimentos
o amor é luz e não cega
apenas nos guia, nos leva.

De mãos dadas alcançamos as estrelas,
nossos olhos se encontraram
finalmente,
quando ganhei teu sorriso
e quase chorei
num sublime momento
de ternura e afago...

Meu doce anjo,
ouço teu coração descompassado
o meu bate depressa, quase febril,
nossas bocas ávidas
por beijos enlouquecidos,
apaixonados,
muito, muito emocionados...

Tomaste meu corpo
absorveste minha alma
e por breves instantes eu juro,
pude ver Deus,
afogando-me em teus abraços
bebendo-te inteiro...

Eu queria morrer assim,
enterrando-me em ti
lá, bem no fundo, por puro desejo
sem nada a esconder
revelando meus segredos (sagrados)
ressurgindo com todas as forças
e logo,
voltando a morrer,
mil vezes,
do mesmo jeito
em ti...

[Dulce Miller]


Imagem daqui


1 comentários:

  1. Parabéns! a poesia transborda dos profundos oceanos de sentimento, prazer e paixão.
    Um grande abraço!

    Argonauta021

    ResponderExcluir

 

a moça do sonho Template by Ipietoon Cute Blog Design and Waterpark Gambang