28 de jun de 2012

O meu lado roqueira de ser!


O meu lado roqueira adora a banda Live! A voz do vocalista Ed Kowalczyk é tão bonita que para ouvir "Lightning Crashes" eu fecho os olhos, como que para absorver toda beleza da letra e da música. Mas a minha  favorita é "The Dolphin's Cry" - arrebatadora! AMO este vídeo...




Biografia:

O Live foi, durante um bom tempo, comparado com o U2 graças ao estilo de suas composições patrióticas e idealistas, com um quê de espiritual. Nascido no final dos anos 80, mais precisamente em 1988 na cidade de York na Pennsylvania, cidade natal de Chad Taylor (guitarra) Patrick Dahlheirmer (baixo) e Chad Gracey (bateria). Com o nome de First Aid, o trio se apresentava na cidade. Depois de perderem um concurso de talentos resolvem procurar um vocalista e encontra Ed Kowalczyk e o grupo passa a se chamar Public Affection.

Com o novo nome lançam em 1989 o cassete The Death of a Dictionay pelo selo Action Front Label, da própria banda. O trabalho é muito mal recebido pela crítica, mas a fita já trazia elementos do que seria visto em Mental Jewelry, primeiro álbum do Live. Com o cassete embaixo do braço, o Public Affection foi atrás de um selo maior, conseguiram assinar com a Giant Records e lançaram uma demo sem muito sucesso. Mudam novamente o nome, agora definitivamente, para Live - nome tirado de um chapéu -, assinam com a Radioactive e chamam Jerry Harrison, do Talking Heads, para produzir o primeiro disco da ´nova´ banda.

Mental Jewelry trás um punhado de canções baseadas nos escritos do filósofo indiano Jiddy Krishnamurti e elevou o Live como uma das surpresas do começo dos anos 90 graças ao sucesso de duas canções: Operation Spirit (The Tyranny of Tradition) e Pain Lies on the Riverside, seus maiores sucessos até hoje. O álbum é totalmente escrito por Kowalczykz, baseando-se no hinduismo. Uma leve lição de moral vinda de um bando de moleques com pouco mais de 20 anos. Em 1992, por incrível que pareça, o Live se apresenta no Brasil tocando no extinto Aeroanta em São Paulo, além de aparecer em vários programas de TV como o Programa Livre e Gaz Total, da MTV.

Leia biografia completa aqui.

2 comentários:

  1. taí, gostei da banda. letra profunda!

    www.sramaia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Live é tudo. Pena, muita mesmo que o Ed K não está mais na banda - que a esta altura - você deve saber que rolou um stress fortíssimo entre ele e os outros membros que causou o fim do Live como o conhecemos. Eu fico profundamente entristecida com isso pois o Live é a banda da minha adolescência. Enfim, gostei muito do seu post e do seu blog, virei mais vezes mas queria saber uma coisa: conhece mais fãs de Live ???? Eu não...queria trocar umas idéias com pessoas que curtem Live mais ou menos como eu. Se souber me avisa, por favor!

    ResponderExcluir

 

a moça do sonho Template by Ipietoon Cute Blog Design and Waterpark Gambang