Eu, por mim e para mim...

26/10/2012



AutoPoema

Procuras com cuidado os bons tempos
e quando estiveres cansada,
entra em ti mesma
pois contra a tristeza, nada é inútil!
 
Onde estão as flores,
o mar, o azul do céu,
tudo o que te faz feliz?
Tudo depende do coração,
da tua disposição.
 
Maré baixa, maré alta
e a verdadeira sorte.
"Se não ris, não sabes viver"
Amor e amizade, passagens obrigatórias!
 
Tão perto ou tão longe
não importa
o que te falta é sempre amor,
mas tu bem sabes
assobiar na chuva
estacionar teu corpo ao sol
reconciliar-te com a vida.
 
Bem sabes usar quando queres,
tintas,
imagens,
sons,
temperos...
 
Tudo queres saber, 
tudo queres abraçar,
tudo queres digerir. 
e tuas palavras engasgam de tanto querer...
 
A arte de envelhecer com alma de menina
e desejos de mulher madura.
 
Levanta-te. 
Por que?
É 26 de outubro e o dia é só teu,
o ano recomeça agora.
E todos os dias, 
tu tens um pouco mais de ti,
para os outros.

[Dulce Miller]


“O senhor… mire, veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas - mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam, verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra montão.“
[João Guimarães Rosa]
Imagem daqui

2 comentários:

  1. À arte de se comemorar sempre menina! Muitos parabéns, querida amiga! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Du, feliz aniversário, muita saúde e paz, sempre ;)

    Grande beijo.

    ResponderExcluir

^ Suba