17 de nov de 2012

E então você some. Ou não.


Sumir sem deixar vestígios é o jeito mais sensato de morrer no mundo virtual. E o mais triste também.
 
Foi o que constatei hoje ao fazer uma espécie de limpeza nos e-mails e em mensagens antigas, aproveitando o feriadão que me deixou de cama por causa de uma gripe. 

Então percebi que pelo menos umas quatro pessoas  simplesmente desapareceram do mundo virtual. Uma sensação estranha a que senti, uma espécie de tristeza, um vazio agudo,  algo que não sei bem explicar. Saudade? Talvez não. Acho que preocupação. Ou não. Gostaria de saber como estão.

Aí lembrei das idas e vindas da Iza no Facebook e no Twitter. Ela é uma das pessoas neste mundo virtual que eu ainda não tive o privilégio de conhecer pessoalmente, apesar de ter contato virtual há muitos anos, foi uma das primeiras amigas que encontrei através do blog. Quero ter a oportunidade de vê-la e abraçá-la de 'verdade'. Alguns podem não entender, mas sei que somos/vamos além do virtual. Sei que ela me entende e respeita como ninguém. E ela sabe que a recíproca é verdadeira. 

Acho que me faltam palavras pra terminar este texto, então...


[Dulce Miller]
Imagem daqui



2 comentários:

  1. Ah, que coisa linda, Du!

    Eu não tenho mais os emails antigos, acho que cancelei todos os antigos. Lembra que tinha a mania de trocar de amail também? rs

    Eu também lembro de gente muito antiga nos blogs que desapareceram completamente, mas eu penso que alguns podem estar blogando apenas com um pseudônimo, mas também tenho saudade.

    Du, agora que uso nome e sobrenome, ficou mais fácil para que eu sossegue neste mundo virtual.

    E realmente não há diferença nenhuma entre amigos do cotiano e você. Só está faltando mesmo o abraço e eu creio que no dia em que nos encontrarmos vou dizer assim: "Oi, Du!" \O/ e vai seur uma emoção muito grande abraçar alguém que gosto tanto.

    Beijo :))


    Iza

    ResponderExcluir
  2. Olá Dulce,
    É a primeira vez que encontro uma pessoa chamada como eu no mundo virtual. Agradeço à Iza que me trouxe até aqui.
    Há pessoas que vão e vêm, e sei qual é esse sentimento que descreve. Não se explica, mas é real. As ligações, apesar de serem só virtuais, não deixam de ser reais (e esta frase não faz sentido mas é verdadeira).
    Até breve.

    ResponderExcluir

 

a moça do sonho Template by Ipietoon Cute Blog Design and Waterpark Gambang