Fé, eu tenho!

28/12/2012


Porque mesmo que o sorriso nos lábios pareça dizer o contrário, a alma chove granizo e chove pelos olhos sob a forma de cristal salgado. O mínimo gesto de ternura pode provocar transbordamento e então não há mais como disfarçar. 

Já dizia o poeta que a dor é inevitável, o sofrimento é opcional. Eu concordo com Drummond, mesmo porque chorar é necessário e não significa que queremos sofrer, é um mero desabafo da alma.

A capacidade de sorrir quando o mundo está desabando - eu tenho. E não é falsidade, é a mais pura forma de fé.

[ Dulce Miller ]

Imagem daqui

2 comentários:

  1. Já de cara eu adorei o seu blog, pelo layout, ia ser o msm do meu blog. hehehe.
    Adorei o texto!!!
    Faça uma visita ao meu blog tbm, se gostar me segue? Já estou te seguindo!!
    Feliz ano novo!!

    http://aadooro.blogspot.com.br/

    Beijos
    Carol Peclat

    ResponderExcluir
  2. E eu, tenho fé nesta tua fé. :)

    ResponderExcluir

^ Suba