You're the Inspiration...

01/09/2012

Imagem daqui

- Onde ela está?
- Não sei se sei...
- Por que não?
- Porque eu não faço a mínima ideia. Deve estar por aí, rondando nossa casa agora...
- Mas então, como é que você consegue escrever?
- Difícil responder. A metáfora não ajudaria e explicações plausíveis não seriam convincentes pra você ou qualquer outra pessoa.
- Eu só queria entender... e nem vou perguntar o que é metáfora agora...
- Não há o que entender. Não há o que falar, apenas sentir. Tudo bem, vamos tentar... olhe pela janela, veja o céu azul, sinta o vento que sacode as folhas das árvores, é o mesmo que  sussurra em seu ouvido. Ela também está lá, aliás, está em todos os lugares que existem dentro e fora de você. De vez em quando se esconde nos sonhos, na chuva, no olhar inquisidor de uma criança igualzinha a você... acredita que alguns nunca conseguem encontrá-la? 
- Mas eu quero ver como ela é.
- Você não pode ver, só pode sentir se ela aparecer pra você.
- Por que é tão complicado? Como eu faço pra isso acontecer?
- Hummm... o que você mais gosta de fazer? Desenhar, pintar, escrever, tocar um instrumento musical, dançar, cozinhar... o que mesmo?
- Eu gosto de contar estórias que eu mesma invento.
- E como você faz isso?
- Na escolinha, na hora do recreio, eu chamo meus coleguinhas pra sentar comigo, comemos o lanche e eu começo a falar. Eles gostam de ouvir e sempre pedem que eu conte mais.
- Então você já a conhece, a vê e sente todos os dias quando faz isso.
- É? Mas como, se eu nunca vi nem senti?
- Ela está nas suas estórias, não percebe? Ela não pede licença pra chegar, ela se instala em sua mente e faz  um belo trabalho... é ela que sussurra em seu ouvido as estorinhas. Entendeu?
- Mãe, agora entendo não só o que é a inspiração, mas o amor que sinto por você. Não posso ver nem tocar, mas sinto bem forte dentro de mim. É isso, né?
- Sim minha filhota, a inspiração e o amor são feitos da mesma essência. São invisíveis aos olhos, mas o corpo transmite os seus recados, com todas as suas nuances. Todos que são capazes de sentir o amor, conhecem a musa, a inspiração. Agora... conta uma das suas estórias pra mamãe?
- Oba! Tá... "...uma garrafa foi encontrada na beira do mar com um bilhetinho dentro..."

[Dulce Miller]

^ Suba