19 de set de 2013

Dois polos e um zagueiro perneta


Não sei se foi por ter contado aquela história “adormecida”, ou se foi o tanto que chorei hoje relendo antigos e-mails, ou se foi porque chorei mais ainda por ter sentido o que não queria sentir. Só sei que meu coração anda apertadinho, miudinho… e só quer se esconder na música e na cama pra chorar mais um pouquinho, até passar (sempre passa). Uma das pessoas que mais me fez sofrer há anos, sofre hoje mais do que eu sofri por causa dela. E eu não fiz nada pra isto acontecer, nadinha mesmo.

Meu sol em escorpião vibra porque o mundo girou e me vingou. O meu ascendente em peixes fica muito triste e sente pena e perdoa, de verdade. Não sei lidar com dois polos tão diferentes em mim mesma!

Quem me conhece bem sabe que não sou uma pessoa de natureza triste, não tenho depressão como doença, só estou passando por momentos difíceis que tento driblar como um zagueiro perneta…

[ Dulce Miller ]
Imagem daqui

2 comentários:

  1. Adorei a intensidade que encontrei aqui! <3

    ResponderExcluir
  2. Diversas vezes, naveguei com os olhos rasos dágua. Também não sou de natureza triste. Circunstâncias nos fazem assim. O bom é que a gente sabe que nada dura para sempre, nem mesmo as nossas dores.

    Beijos!

    ResponderExcluir

 

a moça do sonho Template by Ipietoon Cute Blog Design and Waterpark Gambang