1 de out de 2013

Me leve de volta...

Sem você,
sou filhote desgarrado e faminto,
tenho fome, tenho sede, grito!
Sem você,
sou sereno dentro da minha própria turbulência,
é frio e calor, é calma e ardor!
Sem você,
sou o cheiro salgado da saudade,
do desassossego! 
Cadê você, antídoto pra minha dor?
Me leve de volta para a casa do teu corpo
ele é meu porto seguro,
minha estrada, desvendando mistérios esquecidos
meu oceano de esperança, minha criança perdida! 
Fecho os olhos e os sonhos me invadem...
minha boca sorri diante da tua proximidade
minha pele arrepia ao toque da tua respiração
minha alma se eleva, flutua e voa
...de volta para a casa do teu corpo,
a paz e a alegria fazem morada no meu existir
ao teu lado...
[ Dulce Miller ]
Imagem daqui


“Sinto a falta dele como se me faltasse um dente na frente: excrucitante...“
[Clarice Lispector]



3 comentários:

  1. Alguns poemas me fazem ficar em silêncio, quieta, pelos cantos da minha pele. Gosto desse sentir que se parece com aquela respirar fundo, intenso que nos faz ir para dentro junto com o ar que entra... rs

    bacio

    ResponderExcluir

 

a moça do sonho Template by Ipietoon Cute Blog Design and Waterpark Gambang