Clareza, serenidade, paz...

02/09/2013


As perguntas tomam espaço dentro do meu pensamento, como se o dia fosse maior e o tempo não estivesse de acordo com meus sentimentos. As causas de uma razão nem sempre são a consequência de uma resposta, nem sempre um fim acaba por ser a solução, nem sempre as palavras são suficientes, são necessários gestos, atitudes...

"No final, o que importa mesmo é o que você faz pelas pessoas que ama"

Fecho os olhos...

E procuro apenas compreender que há estados, situações ou momentos que nasceram para serem assim: injustificados. Como alguns de nós que buscam compreender a si mesmos e acabam por descobrir mais perguntas do que respostas.

(E o que fica sempre no ar... garotas crescidas não devem chorar?)

Um muro de proteção foi construído por mim mesma à minha volta e não encontro escadas.
Mas... e eu preciso delas? Não.

Eu choro sim, todos os dias praticamente. De alegria ou de tristeza, sempre que tiver vontade e querem saber? Isto não faz de mim um ser humano mais frágil. Aliás, poucos reconhecem minha força...

[ Dulce Miller ]





“And I'm gonna miss you
Like a child
Misses their blanket
But I've gotta
To get a move
On with my life
It's time to be
A big girl now
And big girls don't cry
Don't cry…
I need to be
With myself in center
Clarity, peace, serenity


[Big Girls Don't Cry – Fergie]
Imagem daqui
^ Suba