Eros em luta eterna com meu coração...

22/10/2013



Eu queria ser uma estrelinha. 
Ou talvez um pedacinho da lua, olhar lá de cima e cuidar de ti como se um anjo eu fosse.

Queria ter a visão além do meu alcance, além da minha imaginação. 
Queria te ver.
Te encontrar.
Te ter pra mim.

Eu queria te guardar pra sempre num cantinho secreto da minha alma, onde ninguém jamais pudesse alcançar. Queria tuas lágrimas entre meus dedos, beijar teus olhos e te fazer ver que o mundo pode ser bonito, que só depende do modo, da forma como olhamos pra ele...

Eu queria te tocar de mansinho, te dar todo meu carinho, te encher de beijinhos. Eu queria teu coração em sintonia com o meu, queria a certeza das convicções que nunca tive com o amor que recebi de ti. E eu queria ser tua luz e teu motivo pra acordar sorrindo todos os dias.

Eu quis tanto e nada tive...

Ainda não sei direito como lidar com tantas perdas, mas estou aprendendo, ou pelo menos tentando. O fato é que eu não queria perder nada, principalmente o amor.  Mas se eu perdi, é porque nunca tive e não se pode perder o que a gente nunca teve.

Tudo não passou de um sonho lindo que eu vivi dentro de mim, alimentado como uma plantinha rara, principalmente por ti.

Porque eu deixei.
Porque eu quis. 
Porque eu precisava. 
Porque me fazia feliz de alguma forma. 

Tudo bem... posso colocar a culpa em Eros, o deus do amor. 
Ele vive em eterna luta com meu coração. 
( é meu cupido com problemas de visão )

[ Dulce Miller ]
Imagem Pinterest





^ Suba