Fragmentos de Vóny Ferreira

01/12/2013


PORQUE ESCREVO

Escrevo 
como quem respira
na essência da silaba
que abre estradas à frase
com que eu me expresso
movida por essa saciedade

Escrevo
não para que me entendam
simplesmente o faço
porque são as palavras a vida
onde sonho, me perco e recomeço...


DIVINA PRECE

Que eu encontre na tua epiderme
Os alicerces da minha última morada
Que o destino me demore…
Nesse coração que é a minha Primavera.

(Outubro 2013)

ESQUECENDO-TE

Acordei nua de ti
e sendo assim
vesti-me de sol.
Sou feliz!


SEM DESTINO

Não tenho hora de chegar
Não sei se tenho para onde ir
Mas voarei, sim… até me cansar
E a minha vida será o que eu quiser...!


OLHAR TRISTE

O teu maior degredo.
Meu menino
É teres descoberto
tão cedo 
Que não há segredo 
mais triste 
Do que te sentires…SÓ


MORRO EM PÉ

Transformada que estou em tronco
Sou a raiz que se alimenta da tua memória
Que rompe a terra à procura da tua luz
Para que possa reviver em pé a mesma história!

(5 Janeiro/2013)


POESIA

Delicadamente
procuro ser brandura
Nas mãos que por mim
escrevem
sobras de poesia!

Poema lido pela autora: Sublimação!



Poema da escritora em vídeo... lindo!


Blog da escritora Vóny Ferreira: Gritos Mudos

Página da escritora no Facebook: 

VÓNY Ferreira (escritora)
Todas as imagens postadas aqui são da página da autora.


Não sei porque escrevo... sei apenas que desde criança despertei para o fascínio das palavras e nunca mais parei de escrever. Sou autora de vários livros de poesia, dois romances. Participei com textos e poesia em tantas coletâneas que lhes perdi a conta. Tenho desde jovem colaboração editada em vários jornais de Angola e Leiria, tendo colaborado em tempo no conhecido jornal Poetas & Trovadores.
Vóny Ferreira,é um pseudónimo literário registado de M.IvoneB.S.Ferreira.
Todos os poemas e textos aqui expostos estão registrados. Com direitos de autor/a assegurados pelas vias legais.
A ESCRITA É PARA MIM, DESDE QUE ME CONHEÇO... COMO RESPIRAR!
Vóny Ferreira
^ Suba