Viciados em amor

20/04/2014


Uma garrafa de vinho e um montão de chocolate! Essa dupla geralmente entra em cena para nos consolar quando estamos meio pra baixo ou de coração partido.

Um estudo recente descobriu que as razões de recorrermos ao vinho e ao chocolate como “ombro amigo” podem ser um pouco mais complicadas. Eles podem estar servindo como substitutos para nossa dependência de amor.

Ou seja, uma menina magoada tem uma maior tendência a recorrer ao vinho e ao chocolate, porque os seu corpo está tentando compensar o vício pelo amor.

Para comprovar que nós somos viciadas em amor ( homens também...) os pesquisadores da Yeshiva University em Nova York utilizaram a Ressonância Magnética para examinar o cérebro de pessoas adultas. que recentemente passaram por problemas no relacionamento afetivo.

Resultado: a parte do cérebro que é ativada quando estamos lidando com sentimentos de perda é a mesma área dos vícios e vontades.

O estudo também mostrou que os nossos instintos mais primitivos, relacionados com sobrevivência e motivação, são ativados quando pensamos no relacionamento perdido. Ligando áreas específicas do cérebro às rejeições e problemas amorosos, a pesquisa conseguiu analisar o sentimento de angústia causado por problemas amorosos e, em alguns casos, comportamentos extremos, como perseguição, assassinato e suicídio.

A Drª Lucy Brown, responsável pela pesquisa, diz: “O amor romântico, em circunstâncias felizes e infelizes, é um vício natural. Nossos resultados sugerem que a dor de uma rejeição amorosa é uma parte necessária da vida, construída na nossa anatomia e fisiologia, e a recuperação natural dessa situação também está na nossa fisiologia.”

Claro que vinho e chocolate não são as únicas formas de remendar um coração partido. Quais são as suas técnicas (testadas e comprovadas) para superar uma dor de amor?

Fonte:Dailymail
^ Suba