22 de fev de 2016

Cuida o que vai dizer ou ensinar para uma criança...


Quando eu tinha sete anos me chamaram de ingênua na escola. Cheguei em casa arrasada e perguntei para a pessoa que era minha madrasta na época o que era ser ingênua. Sem nem pensar ela respondeu que uma pessoa ingênua era uma pessoa burra! Só depois de muito tempo eu entendi a grande diferença entre os dois adjetivos. Sim, eu era ingênua na época e muitas vezes ainda descubro que continuo sendo. Mas burra eu não sou, nem nunca fui. E desde então eu nunca entendi porque algumas pessoas sentem até um certo prazer em depreciar outras, de propósito.
Eu lembrei deste fato porque às vezes ainda sou ingênua, principalmente em relação às pessoas, em acreditar nelas. É quase automático um "auto-xingamento" me chamando de burra nestes momentos. Aí então lembro daquilo que me ensinaram errado. Não, burra eu não sou, na verdade eu tenho é boa fé...
Se uma criança perguntar qualquer coisa nunca deixe de responder. Qualquer coisa! Se não souber responder na hora, diga que vai pesquisar e depois vai explicar direitinho sobre o assunto. Cuida o que vai dizer ou ensinar para uma criança. Cuida.
(você já foi criança um dia, lembra?)

| Dulce Miller |




 

a moça do sonho Template by Ipietoon Cute Blog Design and Waterpark Gambang